Prefeitura do Rio alerta para aumento de doenças respiratórias

Governo promove uma campanha para fortalecer a vacinação e alertar a população a respeito do perigo das infecções em crianças

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2022 07h01
RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Menina é vacinada com a primeira dose da Pfizer Rio de Janeiro aumenta esforços para alertar população sobre os riscos de doenças respiratórias e a importância da vacinação

A Prefeitura do Rio de Janeiro iniciou nesta terça-feira, 21, uma campanha para alertar a população a respeito das doenças respiratórias que avançam no inverno e, principalmente, sobre os riscos para crianças de até dois anos de idade. Com as baixas temperaturas, aumenta a incidência doenças e síndromes respiratórias como a gripe, bronquite, bronquiolite e pneumonia. De acordo com o governo municipal, as pessoas buscam se manter em lugares fechados e sem ventilação nesta época do ano, mas o ideal é haja uma boa circulação de ar e que os bebês evitem contato com pessoas contaminadas e aglomerações.

Outro pedido feito pela prefeitura com a chegada do frio é que os pais levem os seus filhos para se vacinar contra a Covid-19 nos mais de 230 postos de vacinação espalhados pela capital. Os dados do município apontam que 94% da população com cinco anos ou mais de idade já tomaram pelo menos duas doses da vacina contra a doença. O Rio de Janeiro já está em uma fase mais avançada da campanha de vacinação e, nesta semana, começou a aplicar a quarta dose (ou segunda dose de reforço) nas pessoas com 40 anos ou mais de idade. Enquanto isso, na cidade de São Paulo, por exemplo, a aplicação da quarta dose em pessoas de até 45 anos começa nesta quarta-feira, 22.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga