Prefeitura do RJ ainda não foi informada sobre mudança no 7 de setembro

Em discurso durante um ato, o presidente Jair Bolsonaro (PL) cogitou que a parada cívico-militar acontecesse na orla da Zona Sul, em Copacabana

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2022 07h04 - Atualizado em 04/08/2022 07h25
Fausto Maia/The News 2/Estadão Conteúdo - 24/07/2022 Jair Bollsonaro, com o microfone na mão, fala para multidão no Maracanãzinho Presidente Jair Bolsonaro (PL) convocou seus apoiadores a "irem às ruas pela última vez" no dia 7 de setembro, em Copacabana, durante discurso na convenção do PL no Maracanãzinho

A Prefeitura do Rio de Janeiro ainda não foi oficialmente informada sobre a possibilidade do desfile de 7 de setembro sair do Centro da cidade e acontecer na orla da Zona Sul. Essa possibilidade foi recentemente aventada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), durante um ato político. Tradicionalmente a parada cívico-militar em comemoração à data acontece na Avenida Presidente Vargas, uma região que em dia de feriado tem baixíssima movimentação de pessoas. A ideia cogitada por Bolsonaro era mover o desfile para Copacabana, um bairro residencial onde vivem milhares de pessoas e que em feriados fica muito movimentado. A região tem sido escolhida também por apoiadores do presidente para atos e manifestações recentes. A Prefeitura continua se planejando para o ato no Centro da capital fluminense e tem pregões eletrônicos programados para acontecer nos próximos dias considerando a manutenção do desfile em sua localização tradicional. Por conta da eventual troca de endereço, o Partido Rede ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal por entender que a transferência da parada militar poderia configurar tentativa de impulsionar a candidatura do presidente Jair Bolsonaro à reeleição.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga