Quatro cidades do Rio de Janeiro estão com falta de água

Nível da estação Imunana-Laranjal está baixo, prejudicando o fornecimento para as cidades de Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2021 12h34 - Atualizado em 29/08/2021 13h36
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil Fachada do edifício-sede da Cedae. Cedae escrito em azul claro e edifício branco Cedae pede aos seus clientes que economizem água e usem o recurso de forma racional

Em tempos de crise hídrica e risco de racionamento de energia, a falta d’água já é uma realidade em algumas cidades do Rio de Janeiro. Em pelo menos quatro municípios da região metropolitana, a água já está sendo racionada. Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí estão com o fornecimento de água prejudicado. Muita gente fica um dia inteiro, praticamente, sem água saindo das torneiras. De acordo com a Companhia de Água e Esgoto do Rio de Janeiro (CEDAE), o mês de agosto foi muito seco, choveu muito pouco, o que prejudicou o nível da estação Imunana-Laranjal, que abastece essa cidade da região metropolitana. O Rio de Janeiro é atendido por um outro sistema e capta água do Rio Guandu, mas o risco também se volta para a capital fluminense. A Cedae está pedindo aos seus clientes que economizem água, usem de forma racional, para que não haja escassez. A perspectiva para as próximas semanas, e até meses, é de pouca chuva. Isso afeta as estações, as subestações e a captação de água por parte da Cedae.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga