Relator diz que parecer sobre reforma tributária está pronto: ‘Restam últimos ajustes’

Criado no início do ano passado, o colegiado, que reúne deputados e senadores, teve poucos avanços nos debates

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2021 06h25
Divulgação/Câmara dos DeputadosA expectativa das lideranças do Congresso é que a reforma tributária seja votada na Câmara e no Senado até o mês de outubro

A comissão mista do Congresso que analisa a reforma tributária vai ser prorrogada por mais trinta dias. Ela tinha o prazo de funcionamento até esta quarta-feira, 31. Criado no início do ano passado, o colegiado, que reúne deputados e senadores, teve poucos avanços nos debates. O objetivo era chegar a uma proposta única que conciliasse os textos que tramitam na Câmara e no Senado, além da PEC enviada pelo governo federal. Porém, poucas reuniões foram feitas e, com a pandemia da Covid-19, o tema ficou em segundo plano. O presidente da comissão, senador Roberto Rocha (PSDB), chegou a anunciar que não pediria a renovação dos trabalhos.

Mas após conversas com os presidentes da Câmara e do Senado, foi convencido a dar mais um mês de funcionamento. Com isso, aumenta a pressão para que o relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), apresente um texto. Segundo ele, o parecer está pronto — restando apenas fazer os últimos ajustes com os governos federal, estaduais e municipais. A partir daí, o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, deve definir um cronograma de discussões e votações. A expectativa das lideranças do Congresso é que a reforma tributária seja votada na Câmara e no Senado até o mês de outubro.

*Com informações do repórter Levy Guimarães