Secretário de Logística e Transportes comemora resultado do leilão Piracicaba-Panorama

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2020 09h33
Diogo Moreira/A2 FOTOGRAFIA/FotosPúblicasLeilão PiPa é a maior concessão da história do país

Em entrevista ao Jornal da Manhã, João Octaviano Machado Neto, secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo, comemorou o resultado do leilão de concessão do lote de 1.273 quilômetros de extensão entre Piracicaba e Panorama, o primeiro da gestão do governador João Doria.

“Esse é um momento muito importante, o início da reestruturação da infraestrutura de São Paulo. Tivemos uma boa resposta do mercado, com um aporte de R$ 1,1 bi ao longo de 30 anos. Isso mostra que o modelo foi muito bem desenhado e dá uma diretriz para as novas concessões que virão ao longo do ano”, afirmou o secretário sobre a processo, que já é a maior concessão da história do país.

Segundo João Octaviano Machado Neto, o governo já estuda as próximas concessões, a primeira delas na região do litoral do Estado. “Já concluímos a etapa das audiências públicas no lote do litoral, parte da Mogi-Bertioga e da Rio-Santos, no trecho administrado pelo Governo do Estado, a SP-055. Com isso, teremos uma remodelações, duplicações de pistas e acesso às cidades. Essas ações serão parte da reestruturação da matriz logística do Estado.”

No trecho leiloado, será implantado um novo modelo de pedágio, com três diferentes formas de cobrança. A primeira tarifa com desconto será aplicada para o usuário frequente da rodovia. A segunda, tarifa variável, será aplicada no período noturno, para estimular que a rodovia se torne um corredor logístico, e por último, o pagamento de acordo com o trecho percorrido.

O Secretário reforçou que as receitas geradas pelos pedágios são compartilhadas com os municípios. “Cada município – e nesta concessão, são 62 – vai receber nesses 30 anos mais de R$ 2 bi de repasses direto do pedágio. Esse recurso não vem carimbado. Os prefeitos podem usar no que julgarem necessário dentro das suas cidades.”

Ferrovias

Além do leilão, João Octaviano falou também sobre os planos de investimento do governo na malha ferroviária do Estado. “Vamos ter [trem de transporte de passageiros entre cidades] e vamos ter logo. O governador já determinou o trem entre as cidades de São Paulo e Campinas. Isso dependia de um ajuste das linhas de entrada da cidade, que já foi resolvido. Temos um acordo com o Ministério da Infraestrutura e agora, estamos na etapa de desenhar o edital”, informou.

Inicialmente, a ideia é que o trem saia da região da Lapa e vá até a cidade de Campinas, com uma parada em Jundiaí. Estão nos planos também a implantação de trens na região do Vale do Paraíba, entre São Paulo e São José dos Campos, e futuramente, no Vale do Ribeira. “Tudo isso está no projeto, estamos trabalhando com essa visão. É uma determinação do governador, por no papel o que dá pra fazer.” completou.