Segui a lista tríplice, diz Doria sobre escolha do novo ouvidor da polícia

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 06h46 - Atualizado em 07/02/2020 08h31
PAULO GUERETA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOJoão Doria, governador do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), escolheu o advogado Elizeu Soares Lopes como novo Ouvidor das Polícias do Estado. Lopes assume pelos próximos dois anos no lugar do sociólogo Benedito Mariano.

Ele era o terceiro mais votado na lista tríplice entregue a Doria pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana. Benedito Mariano havia sido o mais votado entre os integrantes do conselho, seguido por Cheila Olalla.

O governador João Doria disse, nesta quinta-feira, que a escolha seguiu a legislação. “É lista tríplice, portanto, cabe ao governador escolher um dos nomes. Foi feita a escolha. Ponto final”.

Elizeu Soares Lopes foi demitido da Prefeitura, ainda na gestão Doria, por intermediar o envio de R$ 3 mil para o então secretário de Mobilidade e Transportes, João Avelleda.  A troca no comando da ouvidoria das polícias aconteceu no mesmo dia em que o órgão divulgou um aumento de 11,5% por cento nas mortes provocadas por PMs em serviço no ano passado.

Em evento no interior do estado, o governador João Doria declarou que é um defensor da polícia de São Paulo. “São Paulo não vai dar moleza para bandido, e se bandido reagir, nós temos um protocolo muito bem treinado, e é bom que eles não reajam, porque se reagir, o protocolo determina a ação policial efetiva. Eu fico com a vida do cidadão e do policial. Quem vai para o cemitério é o bandido”.

Doria disse ainda que o estado de São Paulo tem hoje os melhores indicadores de segurança pública da história.  Segundo a Secretaria de Segurança, os homicídios e roubos seguidos de morte caíram no Estado em 2019. No entanto, houve um aumento nos casos de estupro e na letalidade policial.

* Com informações da repórter Letícia Santini