STJ cancela shows de R$ 1,5 milhão da banda Barões da Pisadinha e do cantor Leonardo 

O ministro Humberto Eustáquio disse que há risco de prejuízo aos cofres públicos, já que a cidade Cachoeira Alta, localizada em Goiás, tem cerca de 13 mil habitantes e conta com serviços precários

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2022 09h14 - Atualizado em 19/06/2022 10h23
GERO RODRIGUES/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO Rodrigo Barão, vocalista do Barões da Pisadinha, durante Virada Cultural Rodrigo Barão, vocalista do Barões da Pisadinha, durante Virada Cultural

Presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins confirmou uma decisão liminar do Tribunal de Justiça de Goiás que suspende as apresentações da banda Barões da Pisadinha e do cantor Leonardo, que ocorreriam em um festival junino, no município de Cachoeira Alta, em Goiás. O ministro disse que há risco de prejuízo aos cofres públicos, já que o evento custaria R$ 1,5 milhão e trata-se de uma cidade pequena, com cerca de 13 mil habitantes e de serviços precários. Os shows foram contratados da banda e do sertanejo foram contratados por R$ 400 mil e R$ 310 mil, respetivamente. Vale lembrar que, na quinta-feira passada, o presidente do STJ já havia proibido, pelo mesmo motivo, a realização dos shows da dupla Bruno e Marrone e da banda Sorriso Maroto, que aconteceriam neste feriado prolongado de Corpus Christi, em Urucurituba, no Amazonas. Já no início do mês, um evento com participação de Gusttavo Lima foi cancelado na Festa da Banana, em Teolândia, na Bahia.

*Com informações da repórter Katiuscia Sotomayor