TRE-SP encerra inquérito policial sobre domicílio eleitoral de Moro

Juiz Márcio Kayatt afirmou que a acusação de fraude era descabida e desembargador Encinas Manfré trancou a investigação

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2022 07h44 - Atualizado em 05/08/2022 11h24
RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Sergio Moro Ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo decidiu encerrar inquérito policial que investigaria se o ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro e sua esposa Rosangela Moro cometeram fraude nas transferências dos domicílios eleitorais do Paraná para o Estado de São Paulo. O plenário decidiu pelo trancamento alegando que não houve intenção fraudulenta por parte de ambos. A defesa alegou que não houve dolo no pedido. Com a negativa de transferência, Moro decidiu voltar ao seu Estado natal, onde vai concorrer a uma vaga no Senado Federal pelo União Brasil. No caso de Rosangela Moro não houve impugnação da solicitação de mudança do domicílio para São Paulo. O juiz eleitoral Márcio Kayatt ressaltou que a acusação de fraude era descabida. Com isso, o desembargador José Antonio Encinas Manfré decidiu pelo trancamento do inquérito.

*Com informações do repórter Daniel Lian