Trump irá ao Texas na terça-feira para avaliar danos da tempestade Harvey

  • Por Jovem Pan com Agência EFE
  • 28/08/2017 09h27
O furacão Harvey é o primeiro desastre natural desde a posse de Trump e, por isso, muitos analistas estão atentos à sua resposta para avaliar suas capacidades de comando

A Casa Branca anunciou neste domingo que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, viajará na próxima terça-feira ao estado do Texas para avaliar os danos do furacão Harvey, agora transformado em tempestade tropical e responsável por catastróficas inundações.

“O presidente viajará para o Texas na terça-feira. Estamos coordenando a logística com as autoridades estaduais e locais”, disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em um breve comunicado.

No entanto, Sarah não deu detalhes sobre as cidades que Trump visitará e os encontros do presidente com os serviços de emergência e as autoridades estaduais e municipais.

Na última sexta-feira, a Casa Branca anunciou que a viagem aconteceria no início da próxima semana e, hoje, Trump disse no Twitter que queria visitar o Texas o mais rápido possível.

“Irei ao Texas assim que a viagem for possível sem causar nenhum transtorno. O mais importante deve ser a vida e a segurança”, disse o republicano, que viajará acompanhado de um grande dispositivo de segurança.

O furacão Harvey é o primeiro desastre natural desde a posse de Trump e, por isso, muitos analistas estão atentos à sua resposta para avaliar suas capacidades de comando.

O presidente americano já disse no sábado que tenta evitar os erros cometidos por George W. Bush na passagem do furacão Katrina, em 2005.

Na ocasião, Bush foi duramente criticado pela resposta tardia à devastação em Nova Orleans (Luisiana).

Para evitar uma situação similar, no mesmo momento em que o furacão tocou a terra nos EUA, Trump assinou uma declaração de desastre para o Texas, que permite enviar assistência federal para ajudar nos trabalhos de reconstrução.

Além disso, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos declarou, também no sábado, emergência pública sanitária no Texas e pediu às clínicas e hospitais que atendam os pacientes beneficiários dos programas do Medicare, destinado às pessoas maiores de 65 anos, e do Medicaid, para as de baixa renda.

Neste domingo, Trump se reuniu na Casa Branca com seu gabinete para coordenar uma resposta a Harvey.

Confira as informações de Caio Blinder: