TSE divulga resultado da licitação para produção de urnas eletrônicas

A empresa paranaense Positivo irá produzir 176 mil urnas para as eleições de 2024 e 225 mil para as de 2022; processador utilizado nos equipamentos será 18 vezes mais rápido do que o utilizado em 2015

  • Por Jovem Pan
  • 31/12/2021 07h40 - Atualizado em 31/12/2021 13h00
Tiago Hardman/Futura Press/Estadão Conteúdo Urna eletrônica com a palavra FIM escrita Serão produzidas 225 mil urnas eletrônicas para as eleições de 2022

A vencedora da licitação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a fabricação das urnas eletrônicas das eleições de 2024 é a Positivo Tecnologia. A empresa paranaense assinou contrato no valor de mais de R$ 1 bilhão para produzir 176 mil urnas, além de outros serviços e produtos de manutenção treinamento. O resultado da licitação foi anunciado em 27 de dezembro. Para as eleições de 2022, o grupo Positivo, com sede em Manaus, venceu a licitação para fabricar 225 mil urnas eletrônicas, com o valor total de R$ 577 mil. Entre as principais mudanças na urna eletrônica estão a escolha por baterias do tipo lítio ferro fosfato, que não necessitam de carga e demandam menos custos de conservação, mídia de aplicação do tipo pendrive e o processador que é 18 vezes mais rápido que o modelo de 2015.

*Com informações da repórter Elisângela Almeida