Witzel manda investigar vídeo que o acusa de aliança para derrubar Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2019 08h24
Fernando Frazão/Agência BrasilA suspeita de Witzel é que a publicação tenha sido produzida por aliados do presidente

A relação entre o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está cada vez pior. Neste final de semana, uma delegacia do Rio abriu, a pedido de Witzel, um inquérito para investigar um vídeo que viralizou na internet.

O post ganhou diversas visualizações na internet nos últimos dias.  Trata-se de uma montagem em que um ator norte-americano, Vin Diesel, aparece fazendo cobranças e críticas ao governador do Estado. Em um trecho, inclusive, o ator diz que Witzel teria se aliado a uma emissora de televisão – a TV Globo – para tentar derrubar Bolsonaro.

A suspeita de Witzel é que a publicação tenha sido produzida por aliados e seguidores do presidente. A investigação está a cargo da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática na internet.

Gravações

Também neste final de semana, delegados e policiais do Rio usaram seus sindicatos para, em nota, criticarem Bolsonaro. O presidente chegou a dizer, no sábado
(2), que pediu para recolher as gravações entre a portaria e moradores do condomínio onde tem casa, na Barra da Tijuca, com medo de que elas fossem alteradas pela polícia, que está à frente das investigações do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL).

*Com informações do repórter Rodrigo Viga