Foi um tapa técnico, brinca Mara Maravilha sobre agressão em "A Fazenda 8"

  • Por Jovem Pan
  • 24/12/2015 11h35

Uma das participações mais polêmicas da oitava edição do reality show “A Fazenda”, a cantora e atriz Mara Maravilha participou do Morning Show desta quinta-feira (24).

A participação, que chegou a ser trending topics no Twitter, não poderia deixar de abordar o tapa que ela deu no vencedor do reality, Douglas Sampaio. Segundo a cantora, não foi uma agressão. “Teve o lado técnico, porque se eu desse pra valer…”, brinca.

Pra provar que fala a verdade, ela chegou a simular a mesma situação com os apresentadores do Morning Show, Carlos Aros e Paulinha Carvalho. Com direito a frase “você merece uma surra”, ela levantou, deu três tapas em cada um e ainda brincou: “meus tapas não doem, porque são tapas da Mara Maravilha”, diz. “Mas são tapas que valem mais de dois milhões, não é pra qualquer um não.”

Mesmo com encenação, ela não negou a dificuldade em se relacionar com o cantor. “Ele é talentoso, mas pra convivência foi a pessoa mais difícil, não só na casa, mas em toda a minha vida”, lembra. “Ele me fez sofrer muito”.

Tão perto de vencer…

Mara Maravilha não venceu o programa, mas com certeza foi quem roubou a cena. Questionada como lidou com a situação de ser uma das prediletas ao prêmio e não ter vencido, Mara afirmou que “perdeu o fôlego” na competição. “Eu ia para a varanda, pegava o cobertor e pensava: ‘não quero mais'”, explica.

Fora do reality, porém, ela percebeu o quanto era querida pelo público. “O que eu mais escuto é “Mara eu tava torcendo por você'”. 

Segundo ela, o maior aprendizado do programa foi perceber sua personalidade era querida. “O meu lado forte é o lado que o povo quer”, afirma. Para ela, sua conversão à religião foi algo que acarretou um certo preconceito com o público. “O pessoal fala ‘é crente´ como parece que seja demente”, diz. “Eu sou zen, mas tenho esse lado pimenta, eu sou da Bahia, tenho esse lado porreta”, completa.