Pondé diz não se sentir culpado por Bolsonaro ser presidente

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2020 11h23 - Atualizado em 08/06/2020 12h12
Jovem PanLuiz Felipe Pondé participou do Morning Show nesta segunda-feira (8)

O filósofo Luiz Felipe Pondé disse, em entrevista ao Morning Show nesta segunda-feira (8), que não se sente culpado por Jair Bolsonaro ter sido eleito presidente da República.

“Não me sinto culpado, não coloquei o Bolsonaro no poder”, disse Pondé. “A história do PT é muito mais responsável pelo que acontece no Brasil do que pessoas como eu”, explicou.

Pondé disse que não acredita que sua defesa do “politicamente incorreto” tenha ajudado a eleição de Jair Bolsonaro. “Nunca disse que oposto de ser politicamente correto era ser grosso, mal educado”, afirmou o escritor, que está lançando o livro “Você é ansioso?”.

Ele ainda ressaltou que não gosta da polarização política. “Eu detesto polarização, é coisa de gente mal educada”, disse. “A polarização política é pobre semanticamente, empobrece o debate.”

Pandemia

Ainda no programa, Luiz Felipe Pondé falou sobre a pandemia da Covid-19. Ele defendeu que daqui a dois anos, ninguém mais vai lembrar da doença.

O filósofo comentou a pressão para que as pessoas sejam produtivas na quarentena e disse que isso só serve para pessoas mais abastadas. “As pessoas podem ter insights sobre a própria vida, principalmente se tiverem condição material melhor”, explicou.

Pondé também afirmou que as pessoas vão perdendo o interesse na pandemia quando a doença vai avançando para a periferia. “As pessoas preferem falar sobre o Bolsonaro”, disse.