‘Funcionários públicos bons são penalizados pelos ruins’, diz líder do Novo sobre fala de Guedes

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 19h25
Luis Macedo/Câmara dos DeputadosO deputado federal Paulo Ganime (Novo-RJ) foi o convidado de Os Pingos nos Is nesta sexta-feira (7)

O deputado federal Paulo Ganime (Novo-RJ) discordou da fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre funcionários públicos. Em um evento nesta sexta-feira (7), Guedes comparou os funcionários públicos a parasitas.

Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, Ganime defendeu que não dá para generalizar a atuação dos funcionários públicos. “Parasita é um termo muito forte. Meus pais eram professores do sistema público e nenhum dos dois eram parasitas”, afirmou. “Não dá para generalizar, mas tem alguns parasitas.”

Ganime disse que a generalização feita por Paulo Guedes acontece por causa de falhas no funcionalismo público. “Não tem meritocracia no serviço público, não tem punição quem não trabalha, então os que são bons são penalizados pelos que são ruins”, explicou.

O deputado, no entanto, defendeu que certas posições tenham altos salários para atrair os melhores profissionais, casos de prefeitos de grandes cidades e juízes. “Acho que um juiz deveria ganhar bem. Se a gente quer os melhores profissionais do direito exercendo esse cargo, precisa de salários bons”, exemplificou o parlamentar.

Ainda na entrevista, Paulo Ganime defendeu as privatizações, bandeira do partido Novo. O deputado, inclusive, pediu na Câmara a intervenção de Paulo Guedes para que o Estado do Rio de Janeiro privatizasse a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), que passa por uma crise.

Para Ganime, “não é papel do Estado administrar empresas”. “Vamos tirar do Estado algo que ele não é o mais competente a fazer, que geralmente dá prejuízo, e a gente consegue dar dinheiro ao Estado [com a venda de estatais]”, explicou o parlamentar.