Ex-detrator de Olavo, youtuber critica ‘narrativas de esquerda’ vendidas ao povo: ‘Brasileiro é conservador’

Em entrevista ao Pânico, João Nogueira, criador do canal Pegunte ao Rasta e aluno de Olavo de Carvalho, afirmou que mudou de ideologia após conhecer livros e artigos do filósofo

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2021 16h25 - Atualizado em 22/10/2021 19h31
Reprodução/PânicoJoão Nogueira, do canal Pergunte ao Rasta, foi o convidado do programa Pânico desta sexta-feira, 22

Nesta sexta-feira, o programa Pânico recebeu João Nogueira, músico e youtuber pernambucano. Por anos adepto a ideologias de esquerda, o criador do canal “Pergunte ao Rasta” falou sobre como enxerga o conservadorismo no Brasil e nas atitudes humanas. “Não venho de uma cultura conservadora, estou num meio progressista. Sempre no mundo vai ter os almofadinhas e as cigarras, aqueles caras que são os tolos sagrados, o estilo de vida deles até incomoda. O problema é que hoje estamos tentando fazer com que esse desconforto seja a regra, o que acaba com o que possibilita que exista esse espaço. O homem comum é conservador, pode não ser politicamente, mas é naquilo que lhe cabe. Principalmente o cara que é bom em alguma coisa, para ser bom em algo, não dá para ser revolucionário no sentido da destruição. O povo brasileiro é conservador, mas a ele foram dadas narrativas de esquerda.”

Para João Nogueira, o pedido de prisão de Allan dos Santos, determinado pelo ministro Alexandre de Moraes na última quinta-feira, se trata de um exemplo de uma reação de aparelhamento do poder judiciário. “A gente tinha mais liberdade de falar as coisas no governo Lula que no governo Bolsonaro, pois estavam com o poder na mão. Agora, que você tem um presidente de direita e o conservadorismo no Brasil com bastante gente, as coisas mudam. O aparelhamento mostra ao que veio. O poder está na mão do STF, que foi aparelhado.”

Aluno de Olavo de Carvalho, o youtuber contou sobre sua relação com as obras do filósofo. Tudo começou quando ainda se identificava como esquerdista, mas decidiu ler obras e artigos publicados pelo autor. “Na época do Orkut, eu, de esquerda, andava nas comunidades que falavam sobre política, como aquela ‘Olavo de Carvalho nos odeia’. Eu via as pessoas zoando o Olavo e não sabia nada dele. Anos depois, em 2008, resolvi procurar e saber o que aquele cara dizia. Li artigos dele, achei legal, artigos falavam de pessoas que não davam esmola e esperavam tudo do estado, falava que o rico no brasil se coloca acima do pobre. Fiz as contas e vi quem são os grandes amigos dos banqueiros”, contou o músico.

Confira na íntegra a entrevista com João Nogueira, do ‘Pergunte ao Rasta’: