Zé Lezin relembra ‘Escolinha do Professor Raimundo’: ‘Foi uma alegria muito grande’

Humorista participou do programa Pânico nesta quarta-feira, 2

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2020 14h13 - Atualizado em 02/09/2020 14h30
Reprodução/ InstagramNairon Barreto, intérprete de Zé Lezin participou do programa Pânico

O humorista Nairon Barreto, intérprete de Zé Lezin, participou nesta quarta-feira (2) do Pânico e contou como entrou para a “Escolinha do Professor Raimundo“, com Chico Anísio, que ia ao ar na Rede Globo no fim dos anos 90. “Todo mundo sabe do bom coração do Chico. Eu me apresentava na Praça Portugal, na Bahia, a princípio ele levou o Tom [Cavalcante] e demorou 8 anos para me chamar. Fui premiado por ser um programa conhecido e por contracenar com os meus ídolos. Pra mim foi uma alegria muito grande. Me tornei amigo de Chico, sorrimos e choramos junto”, disse. Nairon ficou no programa por seis anos.

Sobre seu personagem, o Zé Paraíba, que depois se tornou Zé Lezin, Nairon disse que se aprofundou na cultura brasileira na época que cursava comunicação na Universidade Federal da Paraíba. Após viajar muito e se envolver com coral e literatura de cordel, ele resolveu criar Matuto a partir das pessoas que conheceu no caminho. Aos 61 anos, o humorista disse que está em quarentena com a família e que criou um protocolo próprio baseado em cursos de segurança pública que já tinha feito. Fazendo lives de seus personagens, Nairon disse que não está ganhando dinheiro e consegue se manter com as economias da carreira. “Essas lives servem só para ajudar as pessoas que necessitam. Depois de 38 anos de profissionalismo, se eu não tivesse uma casa seria irresponsabilidade minha”, afirmou.