Atriz de ‘As Crônicas de Nárnia’ expõe sequelas de infecção que quase a matou: ‘Causou estragos’

Interprete de Lúcia contou que quase teve o braço amputado, passou por cirurgias e ficou com cicatrizes

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2022 18h07
Reprodução/Disney Plus/Instagram/georgiehenley Georgie Henley na infância e atualmente Georgie Henley ficou conhecida ao viver Lúcia Pevensie em 'As Crônicas de Nárnia'

A atriz Georgie Henley, famosa por interpretar a personagem Lúcia Pevensie em “As Crônicas de Nárnia”, relatou que contraiu aos 18 anos uma infecção rara chamada fasciíte necrosante – causada por uma bactéria “carnívora” que destrói o tecido debaixo da pele. “Quase tirou minha vida e causou estragos em todo o meu corpo. A fim de evitar a amputação da minha mão e braço esquerdo, fui submetida a uma exaustiva cirurgia invasiva e, posteriormente, uma extensa cirurgia reconstrutiva que resultou em uma série de enxertos de pele e cicatrizes”, contou a artista em um post no Instagram. “Levei muito tempo para me curar tanto física quanto mentalmente, mas esperava que um dia houvesse o momento certo para falar sobre o que aconteceu.” Georgie, que atualmente tem 27 anos, falou que nos últimos nove anos ela tem escondido suas cicatrizes em ambientes profissionais, cobrindo com maquiagem ou usando roupas com manga comprida e calças. 

“A indústria da qual faço parte geralmente se concentra em uma ideia muito estreita do que é considerado ‘perfeição’ estética, e eu me preocupava que minhas cicatrizes me impedissem de conseguir trabalho. A verdade é que não existe ‘perfeição’, mas ainda convivo com a vergonha de me sentir diferente, exacerbada pelas expectativas que surgiram com o início da minha carreira em tenra idade”, desabafou. A atriz disse que agora entende que suas cicatrizes não são motivo de vergonha e, por isso, decidiu falar abertamente do assunto. “Elas são um mapa da dor que meu corpo suportou e, o mais importante, um lembrete da minha sobrevivência. Eles não afetam minha capacidade como atriz e tenho orgulho de ser uma pessoa que tem cicatrizes visíveis nesta indústria.” A artista também agradeceu a quem a apoiou nos últimos anos: “Quero agradecer à minha família e amigos por seu amor e apoio duradouros durante os momentos mais difíceis, principalmente meus pais que enfrentaram todas as tempestades comigo, não importa o quão devastadoras sejam. Obrigado aos meus agentes e às pessoas que me contrataram nos últimos nove anos, que nunca viram minhas cicatrizes como um problema e respeitam quem eu era como pessoa e atriz”.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.