Ariana Grande, Halsey, Nick Cannon: famosos se juntam aos protestos por George Floyd

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2020 12h18
ReproduçãoO ator e comediante Nick Cannon em frente a agentes do Exército em protesto contra a morte de George Floyd

Famosos norte-americanos se juntaram aos protestos que tomam as ruas dos Estados Unidos desde a última quinta-feira contra a morte de George Floyd, homem negro sufocado até a morte pelo policial branco Derek Chauvin.

Ariana Grande e Halsey foram algumas a participar e, inclusive, publicaram stories em suas páginas no Instagram na linha de frente das manifestações. Halsey denunciou a violência policial ocorrida contra as pessoas que estavam protestando pacificamente em Los Angeles e relatou, inclusive, que chegou a ser atingida por disparos.

YUNGBLUD, Kali Uchis, Melanie Martinez, Tinashe e Ross Lynch também foram flagrados em protestos.

Em Minneapolis, onde George foi assassinado, Jamie Foxx e Nick Cannon participaram das manifestações. Foxx viajou para o estado para se unir aos líderes comunitários e ativistas sociais.

“Não estamos com medo de nos levantarmos. Não estamos com medo deste momento”, disse durante uma entrevista coletiva na Prefeitura de Minneapolis. “Eu não sou uma celebridade, eu sou de Terrell, no Texas. Estes são meus irmãos. Isso significa tudo, porque no final do dia, quando nós vemos vocês nas linhas de frente, queremos que vocês saibam que têm apoio”, continuou.

O ator e comediante Nick Cannon publicou uma série de fotos usando um moletom “Por favor, eu não consigo respirar”, frase dita por Floyd enquanto Chauvin o sufocava. O policial ficou cerca de oito minutos nesta posição. “Parem de nos matar. #LinhaDeFrente”, escreveu Cannon.

View this post on Instagram

#JusticeForFloyd

A post shared by NICK CANNON (@nickcannon) on