Fernando Rocha relembra demissão da Globo: ‘Uma conversa de 3 minutos e 30 anos já não existiam mais’

Apresentador revela que demorou, mas conseguiu superar a saída da emissora; em seu novo livro, relata suas experiências pessoais

  • Por William Amorim
  • 14/11/2020 14h00
Reprodução/Instagram/fernandorochaFernando Rocha partilha suas experiências no livro "Como ser leve em um mundo pesado"

O jornalista Fernando Rocha passou por um longo processo de descoberta pessoal e, agora, vive um novo momento em sua carreira. A demissão da Globo, em fevereiro de 2019, o pegou de surpresa e ele precisou de um tempo para se reerguer e seguir em frente. Foram quase 30 anos de televisão e, de repente, o antigo apresentador do “Bem Estar” estava desempregado e se culpando por não ter um “plano B”. “Procurei caminhos para me refazer e percebi que eu tinha uma boa história para contar, ainda mais em um momento como esse. Eu caí de um caminhão de mudança em 2019 que o mundo inteiro caiu em 2020”, afirmou o comunicador, que acaba de lançar o livro “Como ser leve em um mundo pesado”, no qual partilha suas experiências pessoais. Fernando demorou um ano para digerir a demissão e revelou à Jovem Pan que não foi um período fácil. “Nesse tempo, tinha sentimentos que a gente não considera positivos, leves, são sentimentos de angústia, tristeza, dúvida, amargura, são sentimentos que fazem parte da nossa vida. Foi num emaranhado dessa mistura de sentimentos e indagação que eu acabei me encontrando”, disse o jornalista, que afirma ter tirado um aprendizado dessa situação. “O mais importante de tudo foi entender que a gente não precisa de um plano B para seguir adiante, a gente precisa mesmo é de um propósito. Quando a gente leva um tombo, a gente pensa em qual é o plano B e foi muito decepcionante perceber que eu não tinha um. Mas não tem problema, porque isso significa que vivi o plano A como ele tinha que ser vivido.”

Quanto mais o tempo passa, mais o apresentador entende a decisão da Globo de o demitir, mas deixou claro que não é de ferro para dizer que não guarda ressentimentos da emissora carioca. “Achei que eu ficaria mais tempo lá, achei que teria uma transição menos abrupta do que acabou acontecendo. Uma conversa de três minutos e três décadas já não existiam mais. Faz parte do mundo corporativo. Olhando pelo retrovisor, eu não fui substituído de um programa que continuou, a musculatura dele também já estava fraca. O programa acabou, ele virou um quadro de outros programas.” Alguns meses antes de ser demitido, Fernando protagonizou uma cena no “Bem Estar” que ficou conhecida como “o encontro da clara com o ovo” e virou meme nas redes sociais. “Aquela piada deu um abalo no meu relacionamento com a emissora, eles entenderam de uma forma, eu entendi de outra. Não acho que foi algo negativo, esse episódio está superado. Eu consegui rir antes e consigo rir agora, mas confesso que é um pouco assustador ver mais de um milhão e meio de opiniões, de comentários dizendo se está certo ou errado, sendo que não pedi opinião de ninguém. Foi uma brincadeira, um mal-entendido de comunicação”, enfatizou.

 

Fenando Rocha está envolvido em diversos projetos, mas não descarta volta para a TV

Novos rumos na carreira

Fora da Globo, Fernando chegou a ter conversas com outras emissoras, mas foi difícil conseguir fechar um acordo porque, segundo ele, apresentar um programa de saúde deixa “uma marca muito registada”. “Minha carreira tomou um caminho distinto, hoje estou muito feliz com a internet, com meus podcasts, um universo que não conseguiria desbravar fazendo um programa diário, mas não fecho nenhuma oportunidade, não falo de Globo, falo de televisão. Eu sou desse habitat, então minha volta para esse meio vai acontecer de forma orgânica, natural.” Durante a época em que apresentava o “Bem Estar”, Fernando aprendeu muito e mudou seu estilo de vida. “O impacto que a força da informação sobre saúde e qualidade de vida teve em minha vida foi grande. Fiz um regime reportagem, corri a São Silvestre seis vezes, corri uma maratona da Suíça até a França e fiz a Dança dos Famosos”, relembrou. Com dois livros publicados e vários projetos, o apresentador se sente orgulhoso das suas conquistas. “Se eu pudesse encontrar com esse Fernando que saiu afoito da Globo, meio desbaratinado, eu diria: ‘Calma, vai dar tudo certo’. Tudo que eu vivi, a ansiedade, todas as emoções negativas, foi importante para que eu criasse minha imunidade para seguir nessa minha transformação”, finalizou.