Filhas de Gugu Liberato acusam tia de manipulação: ‘Ela mentia para a gente’

Marina e Sofia acusaram Aparecida Liberato de interferir no processo de reconhecimento de união estável entre sua mãe, Rose Miriam, e o apresentador

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2021 16h05 - Atualizado em 25/08/2021 16h44
Reprodução/Instagram @sofi_liberatoSofia e Marina são duas das filhas de Gugu

As filhas de Gugu Liberato, Marina e Sofia, acusaram a tia, Aparecida Liberato, de manipular e mentir para elas durante o processo de reconhecimento de união estável de sua mãe, Rose Miriam, e o apresentador, que morreu em um acidente doméstico em 2019. As informações foram dadas pelo colunista Leo Dias. Em entrevista, Sofia contrariou as falas da tia, afirmou que seus pais tinham uma união estável e disse não saber porque não reconheceram ela dessa forma. “Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união estável com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”, relatou Sofia, enquanto Marina completou: “Antes eles queriam conversar comigo, mas quando eu discordei deles, não quiseram mais. Eles falaram que nunca vão aceitar que minha mãe era a companheira do meu pai e que era para gente não se meter em nada”. Marina afirmou ainda que a desconfiança em torno da tia começou há muito tempo e que Aparecida retirou a advogada contratada pelas irmãs do processo. “A gente continuou com a nossa tia, mas sempre desconfiando. A gente sabia que ela mentia para a gente, mas não tinha os fatos. Hoje a gente descobriu que era verdade, que ela mentia para a gente”, disse Sofia.

Marina contou ainda que Aparecida dificultava o acesso a documentos e acusou a família do pai de assinar papeis em nome das duas sem o conhecimento delas. “A gente pedia documentos, eles falavam que iam mandar, mas não mandavam. Pedi para me mandarem um documento que provasse o quanto a gente tinha de dinheiro em um dos Bancos do Brasil. Nunca vi o documento. […] Um exemplo foi quando o nosso primo pediu um dinheiro altíssimo e ela (tia) assinou como se a gente tivesse concordado. Nem falou com a gente, que só soube pelo jornal”, afirmou. Por fim, as herdeiras relataram que Rose Miriam chegou a dizer que abriria mão do dinheiro da herança para conseguir o documento que comprovasse sua união estável com o apresentador. “Falei que o mais importante para a minha mãe era a união estável e não o dinheiro e que por isso ela abrirá mão do que tem dinheiro, que acho que é 50% (da herança). Eles começaram a falar que não iam reconhecer porque ela não tinha união estável. […] Eles ficaram super bravos e começaram a rir da minha cara. Disseram que não iam discutir com uma criança. Me senti muito humilhada”, afirmou Marina. Sofia completou a fala da irmã: “Disseram que ela era só barriga de aluguel. Isso não é verdade. Minha tia disse que nós éramos infantas e desesperadas. Muitos adjetivos negativos”.