Lu Andrade, ex-integrante do Rouge, rebate críticas por começar a seguir Maurício Souza

Cantora desagradou muitos seguidores por seguir o jogador de vôlei que gerou polêmica por fazer comentários homofóbicos nas redes sociais: ‘Boa sorte com o público hétero e conservador’

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2021 10h45
Reprodução/Instagram/luandradereal/mauriciosouza17/01.11.2021Lu Andrade começou a seguir Maurício Souza e não agradou seus seguidores

A cantora Lu Andrade, ex-integrante do grupo Rouge, foi criticada nas redes sociais por começar a seguir o jogador de vôlei Maurício Souza, que gerou polêmica ao fazer comentários de teor homofóbico sobre a notícia de que o personagem Joe Kent, filho do Super-Homem, revelou ser bissexual em uma nova edição dos quadrinhos da DC Comics. Ao notarem que a ex-Rouge passou a seguir o jogador, os fãs da artista começaram a comentar sobre o assunto nas fotos dela do Intagram, e a cantora rebateu. “Lu, por que você começou a seguir o Maurício Souza depois de tudo o que aconteceu?”, questionou um seguidor. Aproveitando a deixa, um outro seguidor chamou a cantora de “enrustida”.

Lu decidiu se posicionar: “Não sou enrustida em absolutamente nada na minha vida, sou feliz, bem resolvida e totalmente responsável e dona dos meus atos, não devo nada a ninguém e não estou atrás de aprovação ou admiração. Seus comentários de ódio, fiscalização da vida alheia e julgamentos não são bem-vindos por aqui. Cuidem de suas próprias vidas”. Uma pessoa comentou: “Boa sorte com o público hétero e conservador. Espero que os LGBT’s não se deixem continuar enganados”. A cantora agradeceu: “Obrigada, querido, boa sorte na sua vida também”.  Já um fã lamentou: “Você é uma das poucas artistas que sou realmente fã. Lamento profundamente você apoiar esse tipo de gente que usa de ódio para segregar as pessoas. Decepção e tristeza porque gosto demais de você”.

A artista respondeu o fã declarando ele entendeu errado: “Você precisa se informar. Não existe discurso de ódio nem da minha parte, nunca existiu mesmo quando eu tive todos os motivos para, nem das pessoas que você julga. O que existe é um apoio ao nosso direito de expressão. As pessoas precisam ir mais a fundo nas questões antes de julgarem as outras. Tudo de bom para você”. Uma pessoa disse que participou de um encontro Lu em Fortaleza e ressaltou que na ocasião todos os fãs presentes eram gays: “O Rouge só conseguiu voltar à ativa com turnê, premiação, etc. graças aos que eles chamam de ‘lacradores’, e, agora, apoiando opiniões homofóbicas, se depender de pessoas como o Maurício para ouvir as músicas dela e comparecer nas lives melhor se aposentar, isso se chama ingratidão”, desabafou. “Favor militar e tentar lacrar em outro perfil, este não está disponível. Grata”, pediu a cantora.