Morre Cícero Chaves, filho de Chico Anysio e Regina Chaves, aos 39 anos

Nizo Neto lamentou nas redes sociais a morte do irmão, que era produtor fonográfico e DJ

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2021 09h51 - Atualizado em 05/07/2021 19h58
Reprodução/Instagram/netonizo/alcionemazzeo/05.07.2021Cícero Chaves era filho Chico Anysio e Regina Chaves

O produtor fonográfico e DJ Cícero Chaves morreu no último domingo, 4, no Rio de Janeiro, aos 39 anos. Ele era filho do humorista Chico Anysio e da ex-Frenética Regina Chaves. A causa da morte não foi divulgada pela família. Nizo Neto, que também é filho de Chico Anysio, lamentou a perda do irmão no Instagram. “Diante do cenário macabro em que vivemos, com milhares de mortes sendo esfregadas na cara diariamente, deparar com a ida repentina de um irmão de 39 anos é mais que devastador. Embora não muito próximos fisicamente – nossa família tem disso – Cícero sempre foi um irmão querido, extremamente carinhoso e talentoso e que vai deixar um buraco enorme em nossos corações, mas que vai sempre tem um lugarzinho para ele. Vá com Deus, meu irmão”, escreveu.

A atriz Alcione Mazzeo, mãe de Bruno Mazzeo, outro irmão de Cícero, também se pronunciou. “A vida é mesmo um sopro, uma hora estamos aqui e, de repente, podemos já não estar mais. Passemos a dar mais valor a quem nos rodeia, amar mais, cuidar, brigar menos, fazer menos questão de coisas bobas e dar mais atenção aos detalhes que realmente importam: um olhar, um sorriso, uma palavra, um abraço… amar, amar e amar enquanto ainda puder ser recíproco. Muito chocada com a morte repentina do Cícero”, escreveu na legenda de um post com várias fotos do produtor fonográfico na infância. Vários famosos lamentaram a morte de Cícero na publicação de Nizo. “Sentimos muito que nossos queridos amigos tenham que passar por esses momentos difíceis. Força meu querido, que o tempo seja seu amigo”, lamentou o apresentador Ronnie Von. “Descanse em paz”, disse o humorista Tom Cavalcante. “Meus sinceros sentimentos, força para vocês”, acrescentou o ator Tuca Andrada.