Adele é acusada de apropriação cultural por usar penteado de origem africana

Os ‘bantu knots’ são coquinhos popularmente utilizado em cabelos crespos ou para definir cachos

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2020 15h07
Reprodução/ InstagramAdele durante comemorações do Notting Hill Carnival

A cantora Adele está sendo acusada de apropriação cultural após pontar uma foto em seu Instagram comemorando o Notting Hill Carnival (evento carnavalesco na cidade de Londres). Na imagem, Adele aparece usando ‘bantu knots’, um penteado inspirado em um grupo etnolinguístico africano, que são pequenos coquinhos usados também para definir os cachos. A atitude da cantora não foi bem recebida e muitos comentários a criticavam, dizendo que “Os nós de bantu NÃO devem ser usados ​​por brancos em qualquer contexto, ponto final”.

No Twitter, o jornalista Ernest Owens escreveu. “Se 2020 não poderia ficar mais bizarro, Adele está nos dando nós Bantu e apropriação cultural que ninguém pediu. Isso marca oficialmente todas as principais mulheres brancas do pop como problemáticas. Odeio ver isso”. A postagem recebeu mais de 4 mil curtidas e teve muitos compartilhamentos. Porém, teve pessoas que defenderam Adele. “Dê um tempo para a garota. É segunda-feira de feriado do Carnival Bank de Notting Hill e ela está ótima!”.

O bantu knots é muito conhecido fora do Brasil, mas nos últimos tempos têm conquistado um grande público no país. É um penteado muito utilizado em cabelos cacheados e crespos e, além disso, também é uma opção a mais para quem está em transição capilar. Sobre a polêmica nas redes sociais, a cantora ainda não se manifestou.