Guarabyra diz que recusou participação em disco de Sérgio Reis por divergência política

Músico citou incompatibilidade com ideias, mas afirmou admirar o trabalho e a musicalidade de Sérgio

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2021 18h32 - Atualizado em 16/08/2021 19h25
Reprodução/ YoutubeGuarabyra, da dupla Sá e Guarabyra, faz oposição ao governo Bolsonaro nas redes sociais

O músico Guarabyra, da dupla sertaneja Sá e Guarabyra (que já foi um trio com Zé Rodrix), se pronunciou nas redes sociais sobre Sérgio Reis, que se envolveu em uma polêmica neste final de semana. Segundo Guarabyra, ele deixou de participar de uma música do artista por suas divergências políticas. “De Sérgio Reis, sempre tive enorme admiração pelo trabalho, bom gosto, extrema musicalidade. No disco dele que irá sair, inclusive participaria em uma faixa, gravação dele de Sobradinho. Mas me considero incompatível com seu posicionamento atual e infelizmente declino do convite”, escreveu ele em sua página do Twitter. Sérgio Reis teve um áudio vazado em que afirma que caminhoneiros fariam greve em setembro até que o Senado afastasse os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de suas funções.

O caso foi de grande repercussão e alguns dos líderes de caminhoneiros pelo país desmentiram a paralisação, marcada para 7 de setembro. De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, após a repercussão, o músico está deprimido e teve uma crise de diabetes. Sérgio ainda comentou que foi mal interpretado no áudio em que diz: “Se em 30 dias não tirarem os caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa tá séria”. No áudio, ele ainda citou uma reunião que teve com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com militares “do Exército, da Marinha e da Aeronáutica”.