Atriz de ‘Cúmplices de um Resgate’ expõe supostos casos de pedofilia nos bastidores do SBT

Duda Wendling deu relatos de um homem preso em flagrante com duas crianças e de um preparador de elenco infantil que estava cumprindo prisão domiciliar antes de morrer

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2022 12h29 - Atualizado em 03/06/2022 18h59
Reprodução/Instagram/dudawendling Duda Wendling Duda Wendling falou sobre casos de pedofilia nos bastidores do SBT

A atriz Duda Wendling, que aos 8 anos integrou o elenco de “Cúmplices de um Resgate” (2015), nova infantil do SBT, relatou supostos casos de pedofilia nos bastidores da emissora de Silvio Santos. “Dentro do SBT, na época em que trabalhava lá, tiveram dois pedófilos. Um era nosso preparador de elenco, o preparador infantil era pedófilo, já começa… para vocês terem ideia de como era o lugar. Ele morreu há um mês, ele estava passando por uma doença, não lembro se era câncer. Ele estava em prisão domiciliar”, declarou a artista no podcast “BarbaCast”. Ela deu a entrevista acompanhada de sua mãe, que ficou ao fundo concordando com os relatos da filha. “Ele tinha uma academia de atores e várias pessoas começaram a denunciar ele”, afirmou. “No exercício de ficar com os olhos fechados, foi onde teve mais relatos de que ele mexia nas crianças.”

Duda disse que tinha uma boa relação com o preparador em questão e declarou que ele nunca tentou nada com ela. “Chamava ele de pai, aprendi muito com ele em relação a ser atriz porque ele me ajudou muito.” A artista não ouviu nenhum relato de assédio dos colegas de elenco e explicou que sua mãe ficou sabendo dos casos de pedofilia após receber um suposto processo que teriam movido contra o profissional. “Minha mãe soube, chegou para a psicóloga [do SBT] e falou: ‘Isso é verdade?’. Ela falou que não era verdade, que eu estava maluca e que se ela ficasse espalhando isso, apavorando os outros pais, as outras crianças, eu ia ser demitida na novela. Eu, obviamente, calei minha boca”, disse a atriz, atualmente com 15 anos. Durante o podcast, Duda citou outro caso de pedofilia envolvendo um funcionário do SBT. “Tinha um pedófilo que acompanhava um ator, que foi preso em flagrante na sua própria casa com dois figurantes da novela, crianças”, contou. A polícia teria sido acionada pelas mães dos atores-mirins, que notaram o que estava acontecendo após fazer uma chamada de vídeo com os filhos. A emissora alega que as “as situações retratadas são totalmente infundadas”. Em comunicado, o SBT afirma que “condena com severidade qualquer tipo de assédio e comportamento abusivo, mantém canais de denúncia voltados para seus colaboradores e tomará as medidas cabíveis”.