Chadwick Boseman escondeu câncer para atuar em ‘Pantera Negra’, diz revista

Ator, que desejava estrelar sequência do filme, acreditava em recuperação até uma semana antes de morrer

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2020 16h18 - Atualizado em 02/09/2020 16h21
ReproduçãoAtor que viveu o Pantera Negra nos cinemas escondeu doença nos últimos quatro anos, nos quais ele continuou trabalhando em grandes produções

O ator Chadwick Boseman teria escondido da Marvel que lutava contra um câncer de cólon para poder atuar em “Pantera Negra“, segundo informações da revista The Hollywood Reporter (THR). O intérprete do herói morreu, aos 43 anos, na sexta-feira (28). Ele fazia tratamento contra a doença desde 2016. De acordo com declarações de uma fonte anônima ao THR, poucas pessoas sabiam da doença de Boseman e absolutamente ninguém envolvido com as produções da Marvel, incluindo o presidente do estúdio, Kevin Feige, tinha conhecimento sobre o seu estado de saúde. Somente uma hora antes da morte oficial de Boseman, Feige foi comunicado através de um e-mail urgente sobre a situação do astro de “Pantera Negra”.

Boseman revelou sua doença apenas para familiares e um seleto grupo de pessoas que incluíam o produtor Logan Coles, seu agente Michael Greene, seu treinador Addison Henderson e o diretor de “42 – A História de Uma Lenda”, Brian Helgeland. Ele estava confiante em sua recuperação. Apesar da gravidade da doença, que o fez perder muito peso nos últimos meses, o ator acreditava até uma semana antes de morrer que superaria o câncer e conseguiria, a partir de setembro deste ano, começar a preparação para viver o herói na sequência do filme.

“Pantera Negra 2” foi anunciado no ano passado com previsão de chegar aos cinemas em 2022. Com a morte de Boseman, a Marvel ainda não tem planos para o filme. Fontes do THR informaram que o impacto do falecimento do ator ainda é processado pelo estúdio, que agora estaria focado em “lidar com o luto e homenagear Boseman, e não na realização da sequência de ‘Pantera Negra’”.