‘A Serpente do Essex’: Keira Knightley será protagonista de série na Apple TV+

Produção será adaptação de livro britânico premiado e mais uma aposta do streaming fora dos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2020 09h37
ReproduçãoAtriz ficou conhecida por filmes como 'Orgulho e Preconceito', 'Anna Karenina' (foto) e a franquia 'Piratas do Caribe'

A atriz Keira Knightley será a estrela da próxima série do catálogo da Apple TV+ com uma ficção que adaptará o romance “A Serpente do Essex”, escrito por Sarah Perry e vencedor do prêmio de Livro do Ano no British Book Awards em 2016. Knightley (“Orgulho e Preconceito “) dará vida a uma mulher que acaba de ficar viúva e, após um casamento abusivo, decide deixar Londres parar morar em uma vila no condado de Essex, intrigada com o retorno de uma criatura mítica à região.

A trama da série adaptará a do romance, que foi descrita pela imprensa literária como um gênero gótico e de ficção histórica. A produção, sob supervisão britânica, é parte da expansão internacional da Apple em seu empreendimento audiovisual, com mais uma ficção filmada fora dos Estados Unidos. Na mesma linha, estão sendo preparados “Echo 3”, na Colômbia e Venezuela; “Pachinko”, no Japão; e “Shantaram”, na Austrália e na Índia.

Knightley vai se juntar a um catálogo que concentra cada vez mais rostos populares da TV americana, como Jennifer Aniston, Oprah Winfrey e Reese Witherspoon. Witherspoon, que estrelou ao lado de Aniston um dos carros-chefes da plataforma, “The Morning Show“, produzirá um show de talentos musicais nos Estados Unidos para a Apple TV+ que procurará uma nova estrela no gênero country.

Em seu primeiro ano desde que o fabricante do iPhone decidiu lançar o conteúdo televisivo, a empresa conseguiu conquistar espaço nas premiações para séries de televisão, com 18 indicações no Emmy, embora ainda longe dos 160 da principal concorrente na era atual, a Netflix. Quanto à parte de cinema, depois de ter triunfado com “O Irlandês” justamente com a Netflix, o diretor Martin Scorsese assinou com a Apple TV+ um acordo para produzir e dirigir diversas produções.

*Com EFE