Samantha Schmütz critica artistas que se omitiram sobre Cinemateca: ‘Deveriam estar em cana’

Após incêndio, atriz falou que muitos atores que fazem presença em Cannes não ligam para o cinema nacional e que deveriam ter vergonha de entrar em um set de filmagem

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2021 14h41 - Atualizado em 30/07/2021 17h42
Repercussão/Instagram/samanthaschmutz/14.06.2021Samantha Schmütz criticou os artistas que não se posicionaram após incêndio na Cinemateca

A atriz Samantha Schmütz criticou os artistas que se omitiram após um incêndio atingir na quinta-feira, 29, o depósito da Cinemateca Brasileira. A causa do incêndio está sendo investigada e a quantidade de obras que foram perdidas ou danificadas do acervo está sendo contabilizada. “É muito triste o que está acontecendo com nosso cinema, com a nossa cultura. Eu fico pensando que as pessoas e os artistas que apoiam esse governo, que ajudaram a eleger esse governo, que fazem cinema, estão quietas. Essas pessoas que usurpam da arte somente para fazer coisas periféricas, elas usam a arte apenas para fazer publicidade, capas, eventos, presenças, mas elas não estão nem aí para o cinema nacional”, afirmou a atriz nesta sexta-feira, 30, nos stories do Instagram.

Na opinião de Samantha, esses artistas que não se posicionaram “deveriam ter vergonha na cara e nunca mais pisar em um set de filmagem, nem para fazer figuração”. A artista também criticou atrizes que fizeram presença no Festival de Cannes, um dos eventos mais importantes do cinema no mundo. “Cadê as beldades que estavam em Cannes desfilando seus colares? Atrizes, modelos… cadê, gente? Cadê vocês? Vocês têm milhões de seguidores, vocês são maravilhosas. As pessoas vão para Cannes representar atrizes e o cinema brasileiro, sendo que nunca vendeu uma porr* de um ingresso. Vamos acordar, está tudo errado. Parem de pensar só no seu umbigo e na sua conta bancária, acordem”, enfatizou. “Meu sonho é que pseudoartistas não ocupem lugar de verdadeiros artistas. Ao invés de estar em Cannes, vocês deveriam estar em cana. É isso o que eu acho. Presos por omissão, por colaborarem e por serem coniventes com a destruição, com o sucateamento da nossa profissão”, finalizou.