Séries, live-action, Beyoncé e mais: conheça as produções originais do Disney+

Além do vasto catálogo de conteúdo clássico, a plataforma de streaming conta com títulos originais que estão em destaque

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2020 09h00
Divulgação/Disney'A Dama e o Vagabundo' foi lançado direto no Disney+

O Disney+ chegou com tudo ao Brasil e são tantos conteúdos disponíveis que tem muito assinante que não sabe por onde começar a assistir. A página principal da plataforma é muito bem organizada e os títulos são divididos em cinco categorias principais: Disney, Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic. Além disso, há tópicos que o streaming chama de “coleção”, nos quais é possível encontrar vários conteúdos de um determinado tema, alguns exemplos são: “Musicais”, “X-Men”, “Homem-Aranha” e “Histórias Negras”. A plataforma reúne inúmeros filmes e animações de sucesso que valem a pena rever, mas também conta com uma alta gama de produções exclusivas. Caso esteja procurando por esse tipo de conteúdo, veja algumas indicações:

“A Dama e o Vagabundo”

Inspirado na animação da Disney de 1955, o live-action “A Dama e o Vagabundo” conta a clássica história da cachorrinha de raça que se apaixona por um vira-lata. O filme foi o primeiro do gênero a estrear diretamente no Disney+ sem passar pelo cinema. Tessa Thompson e Justin Theroux emprestam suas vozes aos protagonistas e a produção também conta com Kiersey Clemons e Thomas Mann no elenco. O remake mantém a essência da produção original e reproduz cenas marcantes, como a do casal de cachorros comendo espaguete e se beijando acidentalmente.

“The Mandalorian”

A série “The Mandalorian” é a primeira produção no estilo live-action derivada de “Star Wars”. A trama se passa anos depois dos acontecimentos do filme “Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi” e antes do surgimento da Primeira Ordem, tema abordado em “O Despertar da Força”. A história acompanha um caçador de recompensas mandaloriano, Din Djarin (Pedro Pascal), que vaga por lugares remotos da galáxia. George Lucas, criador desse universo, começou a desenvolver o projeto em 2009, mas ele não foi para frente por ser considerado caro. O projeto voltou à tona em 2012 quando a Disney adquiriu a Lucasfilm, produtora fundada por George e já foi pensada para o Disney+. A série já conta com duas temporadas.

“High School Musical: The Musical: The Series”

Visando fisgar o público jovem e também os fãs de “High School Musical”, a Disney também desenvolveu para a sua plataforma uma série inspirada nos filmes de sucesso que tinham como protagonistas Zac Efron e Vanessa Hudgens. Com um novo elenco, a produção novamente se passa no colégio East High e explora a rotina dos novos alunos que se preparam para produzir uma peça de inverno. Por enquanto, a série tem apenas uma temporada, mas dever ser renovada, pois o Disney+ já divulgou que um especial de Natal de “High School Musical: The Musical: The Series”.

“Black is King”

Outra produção original que desde que estreou nos Estados Unidos vem sendo comentada é “Black is King”. O álbum visual da cantora Beyoncé é um complemento do álbum “The Lion King: The Gift”, lançado em 2019, após a artista ser convidada para dublar a personagem Nala, no live-action de “O Rei Leão”. Em meio as músicas lançadas no último álbum da artista, o longa, inspirado na história de Simba, explora a cultura africana e seus rituais por meio de um jovem rei africano que é separado da família e usa o conhecimento passado por seus ancestrais recuperar o trono. O intuito da cantora com o projeto foi enfatizar a importância dos negros valorizarem suas raízes.