A um ano da Copa do Mundo, quais jogadores da seleção brasileira estão com um pé no Catar?

Entre os candidatos, 13 nomes têm a confiança do técnico da Canarinho e, caso nada extraordinário aconteça, vão integrar a delegação que disputará o Mundial no Oriente Médio

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2021 10h00
Lucas Figueiredo / CBFJogadores da seleção brasileira comemoram gol contra o Uruguai, em vitória na Arena da Amazônia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo

Líder das Eliminatórias Sul-Americanas, a seleção brasileira pode assegurar sua vaga na Copa do Mundo de 2022 já nesta Data Fifa, quando enfrenta a Colômbia, na próxima quinta-feira, 11, na Neo Química Arena, e também a Argentina, no dia 16, em San Juan. Com a classificação encaminhada, o treinador Tite passa a concentrar sua atenção na montagem do grupo de 23 jogadores que irá ao Catar. Entre os candidatos, 13 nomes têm a confiança do técnico da Canarinho e, caso nenhum evento extraordinário aconteça (lesões e suspensões, por exemplo), devem integrar a delegação que vai ao país do Oriente Médio. Analisando as últimas convocações e as preferências táticas do comandante da seleção, a reportagem do Grupo Jovem Pan mostra abaixo os atletas brasileiros que estão com um pé no Mundial, marcado para estrear em 21 de novembro do ano que vem.

Goleiros

Alisson durante treinamento com a seleção brasileira

Alisson durante treinamento com a seleção brasileira

A um da Copa do Mundo, Tite não parece ter dúvidas sobre quais goleiros irá levar à Copa do Mundo do Catar. Alisson, titular do Mundial realizado na Rússia, permanece sendo convocado e só perdeu jogos neste ciclo devido a algumas lesões. O jogador Liverpool, no entanto, já não tem a titularidade garantida, já que costuma revezar a posição com Ederson, do Manchester City, e Weverton, do Palmeiras. O trio, sempre que foi acionado, correspondeu e não deu motivos para o treinador duvidar de sua capacidade. Prova disso é que o Brasil tem a melhor defesa das Eliminatórias, com apenas 4 gols sofridos em onze jogos disputados.

Laterais

Alex Sandro entrando em campo para treino da seleção brasileira

Alex Sandro entrando em campo para treino da seleção brasileira

Tite costuma chamar quatro laterais para os jogos da seleção brasileira. Entre os atletas que jogam na direita, o ala Danilo, da Juventus, é figura carimbada nas convocações, atuando em 19 das últimas 20 partidas do Brasil. Na esquerda, Alex Sandro, também da Velha Senhora, é outro que constantemente é lembrado pelo treinador e sua comissão durante o ciclo para o Catar. As outras duas vagas, no entanto, estão completamente abertas. No lado direito do campo, Emerson Royal, do Tottenham, e Daniel Alves, sem clube, são os principais candidatos. Já na esquerda, Guilherme Arana, do Atlético-MG, e Renan Lodi, do Atlético de Madrid, travam uma boa briga.

Zagueiros

Marquinhos é titular da seleção brasileira

Marquinhos é titular da seleção brasileira de Tite

Em entrevista coletiva, Tite já disse ter uma “dor de cabeça” para escalar a sua dupla de zaga ideal, já que considera Marquinhos, Éder Militão e Thiago Silva defensores de alto nível. Desta forma, com base também nas escalações da seleção nos últimos anos, é possível afirmar que o trio dificilmente não embarcará rumo ao Catar. A última vaga da posição, entretanto, está aberta. Nas últimas três convocações, Lucas Veríssimo, revelado pelo Santos e atualmente no Benfica, foi quem ganhou a disputa. A briga, porém, também envolve Rodrigo Caio, do Flamengo, Felipe, do Atlético de Madrid, Diego Carlos, do Sevilla, e até mesmo Miranda, atleta do São Paulo que esteve na Copa do Mundo da Rússia.

Meio-campistas

Messi e Casemiro durante a final da Copa América entre Argentina e Brasil, no Maracanã

Messi e Casemiro durante a final da Copa América entre Argentina e Brasil, no Maracanã

Na região central do gramado, Casemiro é peça-chave no esquema de Tite e é tratado mundo afora como um dos melhores cabeças de área do futebol. Seu substituto, outro praticamente garantido na Copa do Mundo de 2022, é o volante Fabinho, titular no excelente time do Liverpool e presente na lista do técnico da seleção desde o fim de 2019. Quem também “cavou” uma vaga no Catar nos últimos anos foi o meia Lucas Paquetá, em ótimo momento no Liverpool e titular incontestável da Canarinho desde a última Copa América. As outras vagas do setor, até o momento, não estão preenchidas. Fred, volante do Manchester United, até vem aparecendo com certa regularidade na lista, mas ainda não atingiu o status de incontestável entre os membros da comissão. Bruno Guimarães, Douglas Luiz, Edenílson, Everton Ribeiro, Philippe Coutinho e outros atletas também terão que mostrar serviço neste último ano de ciclo para convencer Tite e seu staff.

Atacantes

Neymar

Neymar brilhou na vitória da seleção brasileira sobre o Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar

O ataque da seleção brasileira talvez seja o setor com maior disputa. Além de Neymar, camisa 10 do Brasil e do Paris Saint-Germain, Gabriel Jesus é outro que está no “grupo de confiança” do comandante da equipe nacional. Mesmo criticado após o baixo rendimento no Mundial de 2018, o atleta do Manchester City é muito bem avaliado por Tite pela sua entrega tática e não deverá ficar de fora da lista para a Copa. As outras vagas, porém, estão completamente abertas. Roberto Firmino e Richarlison, por exemplo, são jogadores que participaram de boa parte das partidas do Brasil, mas estão sofrendo com forte concorrência de Gabriel Barbosa, Matheus Cunha, Raphinha e Antony, por exemplo. Além deles, Vinicius Júnior vem fazendo uma temporada espetacular pelo Real Madrid, ganhando apoio popular. Arthur Cabral, do Basel, corre por fora.

 Jogadores com um pé no Catar

  • Goleiro: Alisson (Liverpool)
  • Goleiro: Ederson (Manchester City)
  • Goleiro: Weverton (Palmeiras)
  • Lateral: Danilo (Juventus)
  • Lateral: Alex Sandro (Juventus)
  • Zagueiro: Marquinhos (PSG)
  • Zagueiro: Éder Militão (Real Madrid)
  • Zagueiro: Thiago Silva (Chelsea)
  • Meio-campista: Casemiro (Real Madrid)
  • Meio-campista: Fabinho (Liverpool)
  • Meio-campista: Lucas Paquetá (Lyon)
  • Atacante: Neymar (PSG)
  • Atacante: Gabriel Jesus (Manchester City)