Após confirmação da Copa América, Doria diz que São Paulo não irá sediar o evento

Decisão foi anunciada logo após o presidente Jair Bolsonaro confirmar a realização do torneio e quatro dos cinco Estados que receberão jogos

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2021 18h37 - Atualizado em 01/06/2021 19h22
Vincent Bosson/Fotoarena/Estadão ConteúdoO governador João Doria anunciou que São Paulo está fora da Copa América

O governador João Doria (PSDB-SP) informou que São Paulo não sediará a Copa América 2021. A informação foi dada pelo tucano no fim da tarde desta terça-feira, 1º, logo após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmar a realização do evento e anunciar quatro das cinco sedes. São elas: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Rio de Janeiro. Em suas redes sociais, Doria disse que a decisão de não sediar jogos da Copa América foi tomada após discussão do Centro de Contingência e comunicada ao secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). “Concluímos que representaria uma má sinalização do arrefecimento no controle da transmissão do coronavírus”, afirmou Doria, que concluiu: “A prioridade é conter a pandemia”.

A decisão revelou uma mudança de ideia de Doria. Na última segunda-feira, 31, ele havia colocado o Estado à disposição da Conmebol e do governo federal. “O governo de São Paulo não fará objeção caso a CBF defina São Paulo como um dos locais de jogos da Copa América, desde que os protocolos do Plano São Paulo sejam obedecidos”, informou, em nota, a administração estadual. Por outro lado, o governador já pressentia que seu Estado não sediaria a Copa América. “A CBF, com a qual falamos hoje, [Walter] Feldman [secretário-geral da CBF], informa que virá para o Brasil, mas não especificamente para São Paulo. Até porque os estádios já estão ocupados pelos jogos programados para Copa do Brasil e Brasileirão.”