Após escalação irregular, Sport deve perder pontos no Campeonato Brasileiro

Equipe pernambucana pode ser punida após Pedro Henrique entrar em campo em desacordo com o regulamento; por causa do erro, dirigentes foram destituídos de seus cargos

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2021 12h39 - Atualizado em 28/09/2021 19h17
MARLON COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOSport ocupa a 19ª posição da tabela e tenta fugir do rebaixamento

Atual 19º colocado do Campeonato Brasileiro, o Sport corre risco de perder pontos e se complicar ainda mais no torneio. Isso porque o clube pernambucano teria escalado Pedro Henrique de forma irregular. Recém-chegado do Internacional, o jogador fez cinco jogos pelo Colorado, mas tomou dois cartões amarelos em partidas na qual ficou no banco de reservas, o que, de acordo com o regulamento da competição, caracteriza uma participação no jogo. Com isso, Pedro Henrique teria chegado a sete partidas pelo Inter, não podendo mais defender outra equipe da Série A no torneio. Em coletiva, o presidente do Sport, Leonardo Lopes, disse que acionou os advogados e que a perda de pontos seria algo ruim para a equipe. “Acionamos os nossos advogados especialistas no Rio de Janeiro, para saber que há um conflito de normas no regulamento geral e no específico. Os advogados estão trabalhando para que a gente possa evitar a perda de pontos para o clube. Seria uma coisa de proporções inimagináveis”.

Nesta terça-feira, 28, Lopes também anunciou a destituição do vice-presidente Nelo Campos e de membros da diretoria do Sport. Além da situação envolvendo Pedro Henrique, os dirigentes cometeram uma série de erros, incluindo a perda de prazo para inscrição de quatro reforços. “Atividades tão rotineiras, chama a atenção que tenha acontecido em episódios recorrentes, simples. Isso chamou a atenção. A gente vai intervir para que isso não aconteça mais. Porque é inadmissível”. Os jogadores em questão são o goleiro Saulo, o lateral Jeferson, o volante Nicolás Aguirre e o atacante Vander Vieira, que não foram inscritos até a última sexta-feira, 24, quando acabou o prazo para regularizar novos jogadores no torneio.

*Com informações para Estadão Conteúdo