Andrés promete resolver dívida do Corinthians e admite: ‘gastamos mais do que deveríamos’

Mandato do atual presidente do Timão termina em novembro; ele garante resolver questões financeiras até lá

  • Por Jovem Pan
  • 17/07/2020 17h43
Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdosanchez assumiu seu segundo mandato no Corinthians em 2018

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, prometeu “boas novidades” para a torcida nas próximas semanas. O cartola afirmou que vai resolver a dívida pela construção da arena do clube em Itaquera, que criaram dois problemas para a administração: a oficialização do acordo com a construtora Odebrecht e a dívida com a Caixa Econômica Federal.

O banco cobra R$ 536 milhões do Corinthians pelo financiamento da arena inaugurada em 2014. A proposta do clube é pagar R$ 6 milhões em meses com jogos e R$ 2,5 milhões em meses sem partidas. Após a Caixa chegar a acionar o clube na Justiça, o processo está suspenso enquanto as partes negociam o acordo. Em relação à Odebrecht, a tendência é que o pagamento da dívida seja abatido com repasse dos CIDs, os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento, à construtora, e com valores das obras não realizadas.

“Com certeza, vamos resolver o problema da Arena até novembro. Não tive reunião com a Caixa ainda. Só jurídico e financeiro. Estou esperando oficializar o acordo com a Odebrecht da última parte que falta. Aí sim vamos na Caixa resolver. Voltei para resolver isso e será resolvido. Apesar de alguns estarem prejudicando. Nas próximas semanas vamos ter boas novidades”, afirmou Andrés, em entrevista coletiva virtual nesta sexta-feira.

O presidente admitiu que gastou mais do que deveria na volta ao clube. Após ser eleito em fevereiro de 2018, o mandato termina em novembro deste ano. a situação financeira se complicou ainda mais com a pandemia do novo coronavírus.

“Com certeza, vamos resolver o problema da Arena até novembro. Não tive reunião com a Caixa ainda. Só jurídico e financeiro. Estou esperando oficializar o acordo com a Odebrecht da última parte que falta. Aí sim vamos na Caixa resolver. Voltei para resolver isso e será resolvido. Apesar de alguns estarem prejudicando. Nas próximas semanas vamos ter boas novidades”, afirmou Andrés, em entrevista coletiva virtual nesta sexta-feira

Nos quase três anos à frente do clube, a gestão de Andrés contratou 35 jogadores. Ele disse não ter arrependimentos quando o assunto são os reforços, mesmo os que não deram certo.

“Contratação, seja cara ou barata, a boa é a que dá certo. Alguns levam tempo para se adaptar ao clube e desenvolver. Acreditamos em todos os que estão aqui. Os que não acreditávamos, não estão mais. Darão bons resultados esse ano e excelentes resultados no ano que vem. Até pelo amadurecimento do grupo. Não me arrependo de nada. Gastamos um pouco mais do que deveríamos”, afirmou.

* Com Estadão Conteúdo