Duílio explica contratação de Jô e vê Corinthians brigando por títulos na temporada

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2020 11h04 - Atualizado em 19/06/2020 12h15
ReproduçãoDuílio Monteiro Alves é diretor de futebol do Corinthians

Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, afirmou que a contratação do atacante Jô não irã comprometer ainda mais a situação financeira do clube. Nesta sexta-feira (19), o dirigente comentou o retorno do centroavante só foi viável após a saída de Vagner Love.

“Nós trouxemos o Jô porque tivemos a saída do Vagner Love, recentemente, que nos abriu um espaço na folha, no orçamento. Ele veio por valores que consideramos viáveis, não vamos encarecer em nada do que era a folha anteriormente e não passa o teto estipulado pelo clube”, disse Duílio, em entrevista à “Bandsports”.

“Entendemos que é um jogador com muita identificação com a torcida, ganhou vários títulos e foi criado aqui. Claro, foi um pedido do nosso treinador, e no Corinthians só chega jogador com pedido do técnico”, complementou.

Jô centroavante Corinthians Agência Corinthians

Os muros do Parque São Jorge, sede do Corinthians, foram pichados com ofensas ao presidente Andrés Sanchez, no dia seguinte do anúncio da chegada de Jô. Além dos questionamentos quanto aos resultados do time antes da pandemia, parte da torcida também está insatisfeita com a crise financeira do Timão.

“A gente vem trabalhando em cima de cortes. O Corinthians esse ano, em relação ao ano passado, teve uma diminuição na folha de pagamento de futebol de 5 milhões mensais aproximadamente. Isso são mais de 60 milhões no ano”, afirmou o diretor.

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, foi xingado

Duílio, inclusive, demonstrou confiança com o atual elenco corintiano. No entendimento do dirigente, o atual plantel tem condições de brigar por títulos quando o futebol for retomado.

“A gente confia no elenco que a gente tem. Para mim, o Corinthians tem um bom time. Não é um dos times mais caros do Brasil, mas vai brigar por tudo esse ano”, opinou.

O Corinthians foi eliminado pelo Guaraní do Paraguai na 2ª fase da Copa Libertadores. No Campeonato Paulista, o Alvinegro não depende apenas de si para avançar às quartas de final do torneio.