‘Eu errei ao escolher o Corinthians, me deve um monte’, desabafa Boselli

O centroavante afirmou que não se encaixava no estilo de jogo do time; segundo ele, seu erro foi focar mais em quem o timão era como instituição do que na parte técnica da equipe

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2021 14h26 - Atualizado em 01/04/2021 15h18
Luis Moura/Estadão ConteúdoO jogador anunciou sua saída do time em 24 de dezembro de 2020

O centroavante argentino Mauro Boselli desabafou sobre sua passagem de quase dois anos no Corinthians. Segundo maior atacante da história do Club de León, Boselli foi contratado pelo timão em janeiro de 2019. Ele contou que na época recebeu duas propostas do futebol brasileiro. Para escolher, o jogador disse que focou mais no que o Corinthians era como instituição do que na parte técnica do time. Segundo ele, esse foi o seu erro. “Errei na hora de escolher o clube. Se você me perguntar hoje, eu tomaria a mesma decisão, porque o Corinthians é magnífico. Não somente em relação à estrutura, que é espetacular, mas também à torcida e tudo que move o Corinthians. Meu erro foi na escolha. Eu não me encaixava no estilo de jogo do time”, desabafou ao site 90 min. Fausto Favara, do programa Camisa 10, da Jovem Pan, avalia que o erro foi do jogador. “Do mesmo jeito que o clube tem que estudar quem está contratando, o jogador também tem que estudar para onde está indo”, apontou.

Na entrevista, Boselli elogiou a troca de treinador no ano passado. “No meu segundo ano no Corinthians, mudou o treinador. Chegou um técnico [Tiago Nunes] que me ajudava muito mais no que eu podia fazer como jogador de futebol, como centroavante”, disse. Porém, a performance de Boselli no Corinthians foi afetada após uma lacuna de três meses sem jogos por causa da pandemia do coronavírus, uma fratura no rosto e uma lesão no tornozelo. O jogador afirmou que já sabia que não seguiria no Corinthians cerca de dois ou três meses antes da demissão. O que o incomodou foi a exposição da conversa entre ele e o presidente Duílio Monteiro Alves. No diálogo, que foi divulgado no documentário Acesso Total, produzido pelo SporTV, o presidente comunica a Boselli que seu contrato não será renovado. O jogador ainda aproveitou sua primeira entrevista após sua saída para revelar que o time ainda o deve. “O Corinthians ainda me deve um montão de dinheiro. Estamos vendo uma forma de poder saldar essa dívida”, contou.