Exclusivo: ‘O que me encanta no futebol é…’ Carille surpreende em resposta

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2019 11h35 - Atualizado em 30/11/2019 17h45
ReproduçãoFábio Carille concedeu entrevista exclusiva ao comentarista Flavio Prado, da Rádio Jovem Pan

“Queríamos o empate, mas, infelizmente, vencemos”. “Por que finalizar 29 vezes se já fizemos um gol?”. “Se o River tivesse recuado após abrir o placar, não teria perdido o título para o Flamengo”.

Bastam poucos segundos em qualquer caixa de comentários de postagens esportivas para diagnosticar: Fábio Carille tem a fama de um técnico retranqueiro. As frases (fantasiosas, é bom que se diga) que têm sido “atribuídas” ao treinador em uma onda de piadas nas redes sociais dão o tom da imagem que o profissional de 46 anos carrega após mais de uma década de Corinthians.

A solidez defensiva e a falta de repertório ofensivo do time alvinegro em 2019 reforçaram a tese de que Carille ama porque ama se defender. E apenas isso. Mas, em entrevista exclusiva a Flavio Prado, do Grupo Jovem Pan, ele surpreendeu. Questionado sobre o que mais lhe encantava no esporte mais popular do planeta, o hoje desempregado treinador não hesitou.

“O que me encanta é o que eu vi no Corinthians principalmente em 2015 e que consegui fazer com os jogadores em 2018…”, respondeu. “Fazer uma equipe de posse, de controle de jogo, que entre no campo adversário com a bola. O futebol requer que você se defenda, é claro, mas que também haja esse equilíbrio entre defender e ser ofensivo, jogar no campo adversário. É isso o que eu busco”, acrescentou.

Até para se aprimorar já visando à próxima temporada, Carille vai aproveitar o fim de ano livre para viajar. O destino? Europa. “Já tenho tudo armado para visitar PSG, Manchester City, Arsenal, Lyon e Valladolid”, revelou. “O objetivo é enriquecer conhecimentos, mesmo sabendo que algumas equipes estão fora da minha realidade, do que eu vivi até agora, que sempre foram trabalhos de reconstrução. Mas eu quero sentar e conversar com profissionais qualificado para que eu possa crescer cada vez mais. A ideia é acompanhar dois, três dias de trabalho e um jogo de cada time”.

A entrevista exclusiva de Fábio Carille a Flavio Prado vai ao ar, na íntegra, no próximo domingo, no Seleção Jovem Pan. Fique ligado!