Jô fala sobre reestreia pelo Corinthians: ‘Vontade e muito frio na barriga’

Centroavante começará a sua terceira passagem pelo Timão nesta quinta-feira, 30, diante do RB Bragantino, em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2020 08h38
Rodrigo Coca/Agência CorinthiansJô e Luan durante treinamento no Corinthians

A reestreia do atacante pelo Corinthians acontece nesta quinta-feira (30) contra o Red Bull Bragantino, no estádio do Morumbi, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Sem jogar há quase oito meses, o jogador foi confirmado pelo técnico Tiago Nunes e comentou sobre o “frio na barriga” em sua terceira passagem pelo clube. “A reestreia é um pouco diferente por eu já ter uma certa experiência, mas a vontade e aquele frio na barriga são sempre como se fosse o primeiro jogo. Claro que eu já sei controlar mais isso, mas a expectativa e o querer são muito grandes”, disse o jogador.

“Quando falei em 2017 que era um até logo, era de coração. Quando você é tratado bem dentro da sua casa e você sai, a vontade de voltar é muito grande. Foi alegria e tristeza em 2017 Eu saí, mas sabia que um dia iria voltar”, complementou Jô, que estava no Nagoya Grampus, do Japão.

Com a camisa do Corinthians, o jogador soma dois títulos de Campeonatos Brasileiros (2005 e 2017) e o Campeonato Paulista de 2017. A expectativa agora é de ajudar a equipe na partida desta quinta-feira e seguir rumo a mais um título do Estadual. “Eu costumo dizer que aqui dentro do Corinthians é uma decisão a cada dia. Você tem de matar um leão por dia e se dedicar. Agora para mim não vai ser diferente. É mais uma decisão e mais um jogo que temos de entrar com tudo. É uma situação onde buscamos o inacreditável e vou usar toda a minha experiência”, afirmou.

O atacante de 33 anos também aproveitou para ressaltar a paixão pelo clube alvinegro. “A entrega quando você coloca essa camisa nunca pode mudar, independente de quantas vezes você passa pelo clube. Esse é o sentimento que eu tenho desde a minha primeira passagem. A paixão só aumenta”, completou. Jô não pôde atuar nas duas partidas finais da fase de grupos do Paulistão porque não conseguiu ser inscrito a tempo. Agora ele deve ganhar espaço na equipe após a lesão do argentino Mauro Boselli, que sofreu uma fratura no rosto no último domingo.

*Com Estadão Conteúdo