Nenê faz 2, e Corinthians cola na zona da degola com derrota para Fluminense

O Timão voltou a jogar mal e segue na parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2020 18h04 - Atualizado em 13/09/2020 20h52
Wilton Júnior/Estadão ConteúdoNenê, do Fluminense, comemora gol anotado sobre o Corinthians no Maracanã

O Corinthians segue fazendo o torcedor alvinegro sofrer. Neste domingo, 13, no primeiro jogo após a demissão de Tiago Nunes, o Timão foi comandado por Dyego Coelho, mas voltou a apresentar desempenho aquém do esperado e foi derrotado pelo Fluminense por 2 a 1, no Maracanã. Nenê, uma vez em cada tempo, foi o responsável por anotar os dois gols do triunfo tricolor na partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já nos minutos finais, Mateus Vital diminuiu para os paulistas.

Com o resultado, o Corinthians, que não vence há três jogos, estacionou nos nove pontos e caiu para a 16ª colocação – última antes da zona de rebaixamento. O Fluminense, por sua vez, chegou aos 14 e é o oitavo. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), mas por competições distintas. O Tricolor Carioca pega o Atlético-GO, no Maracanã, pela quarta fase da Copa do Brasil. Já o Timão recebe o Bahia, na Neo Química Arena, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Escalado com três volantes (Gabriel, Cantillo e Ederson), o Corinthians começou o jogo sendo completamente dominado pelo Fluminense. Com 80% de posse de bola, o time carioca tomou conta das ações da partida e abriu o placar logo cedo. Aos 7min, Nenê, mesmo caído, mostrou raça e finalizou duas vezes até acertar o cantinho esquerdo e vencer Cássio: 1 a 0 Fluminense. Insatisfeito com o desempenho da equipe alvinegra, Dyego Coelho se mexeu e sacou Ederson para a entrada de Everaldo ainda aos 17min. O Corinthians equilibrou o jogo, é verdade, chegou a assustar com Otero nas bolas paradas, mas foi ao intervalo em desvantagem.

Na segunda etapa, até pela necessidade de buscar o resultado, o Timão passou a ficar mais com a bola, mas, como vem acontecendo desde o início do ano, sofreu demais para criar chances de gol. Everaldo até chegou a balançar as redes de cabeça aos 16min, mas o gol foi anulado pela arbitragem após impedimento de Michel Macedo, que estava adiantado quando recebeu na ponta direita antes de cruzar para a área. Para piorar, aos 40min, a arbitragem marcou pênalti após toque na mão de Bruno Méndez, e Nenê deslocou Cássio na cobrança para anotar o 2 a 0. Mateus Vital até diminuiu para o Corinthians aos 49min, aproveitando cruzamento de Otero, mas não tinha mais como alcançar o empate. Fim de papo: Fluminense 2 x 1 Corinthians.