Flamengo oficializa saída de Rafinha para o Olympiacos, da Grécia

Em pouco mais de um ano no Rubro-negro, o lateral-direito conquistou a Libertadores da América (2019), Campeonato Brasileiro (2019), Supercopa do Brasil (2020), Recopa Sul-Americana (2020) e Carioca (2020)

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2020 13h46 - Atualizado em 14/08/2020 15h24
ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDORafinha deixou o Flamengo para jogar no Olympiacos

O Flamengo emitiu um comunicado, na tarde desta sexta-feira, 14, oficializado a saída de Rafinha. O lateral-direito aceitou uma proposta do Olympiacos, da Grécia, e sequer topou conversar com a diretoria rubro-negra sobre um possível aumento. Desta forma, o último jogo do experiente atleta aconteceu no último domingo, na derrota da equipe para o Atlético-MG, em pleno Maracanã, na estreia do Campeonato Brasileiro. Em nota, o clube carioca agradeceu os serviços prestados pelo atleta.

“Em pouco mais de um ano no Flamengo, o lateral-direito conquistou a Libertadores da América (2019), Campeonato Brasileiro (2019), Supercopa do Brasil (2020), Recopa Sul-Americana (2020) e Carioca (2020). Foram 46 jogos pelo clube, com 34 vitórias, sete empates e cinco derrotas. Em nome de toda a diretoria e dos 42 milhões de rubro-negros que formam a Maior Torcida do Mundo, o nosso agradecimento ao jogador”, informou o Flamengo.

A saída de Rafinha deixa uma lacuna no time comandado por Domènec Torrent. Na última partida, na derrota para o Atlético-GO, fora de casa, o treinador optou por Rodrigo Caio no setor, decisão que foi criticada por diversos flamenguistas nas redes sociais. A torcida, aliás, não aprovou a postura do jogador, que foi um dos símbolos das conquistas recentes do Flamengo.