Foi tão grave assim? Árbitro revela o que ouviu de Gabigol antes de expulsá-lo

O cartão vermelho mostrado ao atacante aos 47min do segundo tempo do Fla-Flu de ontem gerou enorme controvérsia

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2020 15h47
Thiago Ribeiro/AGIF/Estadão ConteúdoGabigol foi expulso aos 47min do segundo tempo do Fla-Flu de ontem, no Maracanã

O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães revelou o que ouviu de Gabigol instantes antes de expulsá-lo nos minutos finais do jogo entre Fluminense e Flamengo, no último domingo, 12, no Maracanã, pela ida da final do Campeonato Carioca. Na súmula da partida, divulgada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) na tarde desta segunda-feira, 13, Magalhães relata que: “aos 45 + 2 do segundo tempo, expulsei o senhor Gabriel Barbosa Almeida por uma segunda advertência por reclamação. Quando perguntei ao quinto árbitro, senhor Carlos Henrique Cardoso de Souza, quem iria sair. Nesse momento, o mesmo (Gabriel) falou: “Sou eu que vou sair, porra”. Em voz alta, o fato ocorreu no meio do campo”.

O cartão vermelho mostrado a Gabigol aos 47min do segundo tempo do Fla-Flu de ontem gerou enorme controvérsia. O atacante iria ser substituído por Léo Pereira, mas levou o segundo cartão amarelo ainda antes de deixar o campo. Especulava-se que a advertência havia ocorrido por causa de uma suposta demora do jogador em sair do gramado, porém, apenas 18 segundos se passaram entre o momento em que o quarto árbitro levantou a placa e a expulsão.

Depois da partida, Gabigol usou as redes sociais para desabafar e externar insatisfação com a expulsão. “Assim.. Simplesmente assim tiram você de uma final! Desrespeito com seu trabalho, com sua equipe e com sua família que torce por você em cada jogo! Um pouco de respeito, e responsabilidade, por favor!”, escreveu o camisa 9, que terá de cumprir suspensão e, por isso, não poderá atuar na partida de volta da final do Campeonato Carioca, na próxima quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã. Com oito gols, ele é o artilheiro do torneio empatado com João Carlos, do Volta Redonda.