Americana denuncia que foi estuprada por CR7; jogador nega

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2018 16h33
EFECristiano Ronaldo teria feito acordo pelo silêncio de Kathryn Mayorga

A americana Kathryn Mayorga fez uma denúncia de estupro contra Cristiano Ronaldo. Ela alega que o craque da Juventus tentou violentá-la em um hotel, em Las Vegas, em 2009. Ele já respondeu às acusações e negou tudo. As informações são da CNN.

O caso teria acontecido em junho de 2009, quando Cristiano nem tinha acertado a transferência para o Real Madrid ainda. Mayorga e outras amigas teriam ido para uma cobertura, onde iam entrar em uma jacuzzi. Ela diz que, quando estava trocando de roupa, foi atacada pelo português. Ele teria pedido sexo oral e depois lhe estuprado.

A americana diz que Cristiano lhe pagou 375 mil dólares para que ela ficasse em silêncio. Como assinou um contrato, nunca contou a ninguém sobre o caso. Agora, porém, mudou de advogado e tentará anular o acordo anterior.

Em entrevista à revista alemã “Der Spiegel”, Mayorga explicou por que ficou em silêncio por tanto tempo: “É um cara muito famoso, então estou aterrorizada, com medo. O motivo de eu ter assinado o contrato foi, em primeiro lugar, que não queria que meu nome fosse divulgado”.

Mayorga relatou no processo que ficou com medo de contrair alguma doença sexualmente transmissível, pois Cristiano não teria usado preservativo.

Cristiano Ronaldo e os advogados dele disseram que a entrevista “viola direitos pessoais” e é “inadmissível”. Em uma transmissão ao vivo no Instagram, o jogador disse que a notícia é falta e acusou Mayorga de tentar se promover pelo nome dele.