Atacante do Real Madrid testa positivo para Covid-19 e perde decisão na Liga dos Campeões

Time espanhol precisa vencer o Manchester City para avançar às quartas de final da Champions League

  • 28/07/2020 09h20
EFEMariano Díaz já jogou no time B do Real Madrid

O Real Madrid informou, na manhã desta terça-feira (28), que o atacante Mariano Díaz testou positivo para Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Desta forma, o jogador terá que cumprir os quinze dias de isolamento obrigatório e será baixa no time madrileno para a partida diante do Manchester City, válido pelas oitivas de final da Liga dos Campeões da Europa, marcada para o dia 7 de agosto, no Etihad Stadium, na Inglaterra. “Após os testes de COVID-19 realizados individualmente em nosso primeiro time de futebol pelos Serviços Médicos do Real Madrid, nosso jogador Mariano testou resultado positivo. O jogador está em perfeita saúde e cumprindo o protocolo de isolamento sanitário em casa”, comunicou o clube merengue.

Mariano Díaz foi reserva no time de Zinedine Zidane na maior parte da temporada. Ele atuou em apenas sete partidas até então, marcando um gol, justamente contra o Barcelona, em jogo válido pelo segundo turno do Campeonato Espanhol. O atacante, entretanto, fazia parte dos planos do treinador para o confronto de volta na Champions League.

No primeiro embate entre Real Madrid e Manchester City, no Santiago Bernabéu, ainda antes da paralisação provocada pelo novo coronavírus, a equipe britânica levou a melhor ao vencer por 2 a 1. Desta forma, os espanhóis precisam marcar, no mínimo, duas vezes para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões. Quem avançar, enfrentará o vencedor do duelo Lyon e Juventus – os franceses venceram a partida de ida por 1 a 0. A partir desta fase, todos as decisões do torneio acontecerão em jogo único, na cidade de Lisboa, em Portugal.