Guardiola responde se permanecerá no Manchester City após punição da Uefa

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2020 11h27
Reprodução/TwitterPep Guardiola é treinador do Manchester City

Os rumores sobre uma possível saída de Pep Guardiola do Manchester City cresceram após a punição da Uefa, que baniu o clube britânico das próximas duas edições de Champions League. Em entrevista coletiva, na manhã desta segunda-feira (17), o treinador garantiu que permanecerá no comando do time inglês independente da sanção.

“Olha, seja qual for o campeonato em que participemos, ainda estarei aqui.Mesmo que eles nos coloquem na Segunda Divisão, eu ainda estarei aqui. Este é um momento para continuarmos juntos”, cravou o técnico, que tem vínculo com o City até a metade de 2021.

Na mesma linha de Guardiola, o atacante Raheem Sterling afirmou que o momento é de união e que não deixar o City devido a punição imposta pelo órgão máximo do futebol europeu.

Desde que a Uefa anunciou a sua decisão, o Manchester City começou a se mobilizar com a intenção de anular a pena. Em comunicado, o clube afirmou que vai recorrer ao TAS (Tribunal de Arbitragem do Esporte). 

CEO dos Citizens, Ferran Soriano, de acordo com fontes da emissora “Sky Sports”, teria dito a Guardiola para não se preocupar: ‘Confie em mim assim como eu confio em você. A decisão cairá”, disse.

Enquanto a equipe jurídica do City tenta reverter a situação, os jogadores vão a campo. Na próxima quarta-feira (19), o time recebe o West Ham, no Etihad Stadium, em partida válida pela Premier League.