Guardiola, treinador do Manchester City, detona Fifa e Uefa: ‘Estão matando os jogadores’

Técnico espanhol criticou o calendário do futebol europeu em meio à pandemia da Covid-19; time inglês enfrenta o Borussia Dortmund na próxima terça-feira, 6

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2021 12h26 - Atualizado em 05/04/2021 15h06
ReproduçãoPep Guardiola durante entrevista coletiva pelo Manchester City

O Manchester City recebe o Borussia Dortmund nesta terça-feira, 6, no Etihad Stadium, pela rodada de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. O confronto dá sequência a uma maratona do time britânico, que lidera o Campeonato Inglês e ainda está vivo na Copa da Inglaterra e na Copa da Liga Inglesa. Questionado sobre o tema, o treinador do time, Pep Guardiola, reclamou do calendário apertado e disparou críticas às entidades responsáveis, no caso, a FIFA e a Uefa.

“Eles (os jogadores) são seres humanos, não são máquinas. É claro que eles podiam jogar, eles têm uma mentalidade incrível, mas precisam descansar. A Uefa e a Fifa estão matando os jogadores. Não tivemos uma semana de folga desde que começamos, nem mesmo uma”, afirmou ao jornal “The Guardian”. “Para competir em todas as competições deste ano, se você não rodar (o elenco) não consegue competir e não estará na posição em que estamos agora. E se eu rodo, sou um gênio, ‘bom trabalho Pep’. Mas quando perdemos e eu giro as pessoas dizem ‘por que fazer essa rotação? Você tem que jogar os jogadores normalmente’. Mas é impossível”, completou.