Juninho Pernambucano é detonado por ex-técnico do Lyon: ‘Fazia coisas pelas minhas costas’

De acordo com Rudi Garcia, o dirigente brasileiro ‘não ficava feliz’ e ‘fazia jogo sujo’ quando jogadores brasileiros eram preteridos na escalação; treinador citou Bruno Guimarães e Jean Lucas

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2021 10h35 - Atualizado em 26/05/2021 16h13
Lypn/DivulgaçãoJuninho Pernambucano é o atual diretor esportivo do Lyon

O treinador Rudi Garcia, demitido pelo Lyon após a última rodada do Campeonato Francês, disputada no domingo passado, 23, detonou Juninho Pernambucano, ídolo e atual diretor esportivo do clube. Em entrevista ao jornal francês L’Équipe, nesta quarta-feira, 26, o técnico disse que dirigente “não ficava feliz” quando jogadores brasileiros eram preteridos na escalação e afirmou que ele fazia “jogo sujo”. “Descobri que quando as contratações brasileiras não jogavam, ele (Juninho) não ficava contente. Ele preferia ganhar com os seus jogadores”, afirmou Rudi, que comandava a equipe desde outubro 2019, quando chegou para assumir a vaga deixada por Sylvinho, atualmente no Corinthians.

Rudi Garcia chegou até mencionar quais brasileiros seriam os favoritos de Juninho, citando o volante Bruno Guimarães (ex-Athletico-PR), que em alguns momentos foi opção no banco de reservas, e também de Jean Lucas, outro volante (ex-Santos e Flamengo) emprestado ao Brest. “O Paquetá foi indispensável e continuou [o time]. Mas quando o Bruno jogou um pouco menos, isso criou um problema. Tive que administrar. Ele [Juninho Pernambucano] faz as coisas pelas minhas costas, fala com os jogadores pelas minhas costas, permite que alguns me critiquem, como Jean Lucas. Faltou objetividade e igualdade de tratamento”, prosseguiu.

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, se manifestou em seu perfil oficial no Twitter, defendeu Juninho Pernambucano e criticou o relato feito por Rudi Garcia. “Muito decepcionado com a política de terra arrasada de Rudi Garcia, que está reescrevendo a história, esquecendo que ele tinha o melhor elenco. Pena que Rudi não soube trabalhar com Juni, que mesmo assim o escolheu e o acompanhou. Juni tem todo o nosso apoio. Que péssimas desculpas Rudi!”, publicou o dirigente. Bruno Guimarães, por sua vez, também reagiu. Contratado por Juninho Pernambucano no início de 2020, era titular e foi para o banco de reservas no meio da atual temporada. O ex-Athletico-PR republicou um trecho da entrevista de Garcia e o acusou de ter sido incoerente. “Tudo começou a não funcionar quando faltou coerência da sua parte!!!”, escreveu.

*Com informações do Estadão Conteúdo