Médicos serão investigados por morte de zagueiro da Fiorentina

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 13h21
EFE/EPA/MAURIZIO DEGL'INNOCENTIAstori morreu pouco antes de um jogo

Dois médicos italianos serão investigados por homicídio culposo de Davide Astori, jogador da Fiorentina que morreu neste ano, após sofrer parada cardíaca.

Os dois médicos trabalham em clínicas de Florença e de Cagliari, onde Astori jogou de 2008 a 2014. Eles estão sob investigação por serem os responsáveis por emitirem certificados de aptidão física, o que permitia ao zagueiro de 31 anos competir na primeira divisão do Campeonato Italiano e em outros torneios, segundo informações da imprensa local.

Astori morreu em um quarto de um hotel em Udine, onde a Fiorentina estava concentrada para jogar contra a Udinese, pelo Italiano. A autópsia realizada dois dias depois confirmou a morte por parada cardíaca.

Com EFE