Parte do grupo de risco, Maradona não participa do treino do Gimnasia

Médica aponta hipertensão, excesso de peso e idade como fatores de risco para o ex-jogador

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2020 22h03
Demian Alday Estévez/EFEMaradona foi submetido ao exame RT-PCR

Treinador do Gimnasia La Plata, Maradona não se juntou ao elenco no primeiro treinamento da equipe des de março, quando as atividades na Argentina foram paralisadas em razão da pandemia da covid-19. Aos 59 anos, ele faz parte do grupo de risco para a doença.

“Em conformidade com os protocolos, o Dr. (Leopoldo) Luque juntamente com (Flavio) ‘Pepe’ Tunessi, um médico do Gimnasia, realizaram um teste PCR em Maradona”, informou o médico Sebastián Sanchi, que atende o ídolo argentino, através do Instagram, onde postou uma imagem de ‘El Pibe’ minutos depois do exame.

Os responsáveis pela saúde do ex-jogador orientaram que ele se ausentasse das práticas do clube durante a primeira semana para evitar o contágio. “Ele tem muitos fatores: excesso de peso, hipertensão, ele foi operado recentemente e tem quase 60 anos”, disse outro de seus médicos, Pablo Del Compare, à emissora Radio La Red.

Segundo o Gimnasia, o retorno das atividades se deu com portões fechados e sob um rigoroso protocolo sanitário. As equipes da primeira divisão da Argentina e Tigre, que está na segunda, mas disputa a Taça Libertadores, foram autorizadas a voltar aos treinos nesta semana.

* Com EFE