Por que Neymar desvalorizou quase R$ 240 milhões em apenas um ano

  • Por Jovem Pan
  • 12/06/2020 11h53 - Atualizado em 12/06/2020 12h06
EFE/CHRISTOPHE PETIT TESSONNeymar é o camisa do 10 do Paris Saint-Germain

O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, segue em queda nas pesquisas de avaliação de mercado. Na última segunda-feira (8), o CIES (Centro Internacional do Estudo do Esporte) atualizou o seu relatório bianual e registrou mais uma desvalorização do craque brasileiro. Em um ano, o camisa 10 da seleção passou a custar 42 milhões de euros (cerca de R$ 239 milhões, na cotação atual) a menos, de acordo com os últimos levantamentos.

Na metade de 2019, Neymar era considerado o 17º futebolista mais valioso do planeta, tendo o passe especulado em 124,7 milhões de euros. No começo do ano vigente, entretanto, o astro revelado pelo Santos desvalorizou 24,7 milhões de euros, caindo para a 19ª posição do ranking.

Já na versão mais recente do estudo, Neymar passou a ser avaliado em 82,7 milhões de euros, despencando para a 37ª posição e sendo superado por seis brasileiros no quesito. Mas o que explica a depreciação do jogador multicampeão no PSG?

Não renovou o contrato 

Neymar foi expulso no último minuto da partida contra o Bordeaux, no último domingo

Para chegar às avaliações finais, o estudo do CIES leva em consideração fatores como idade e contrato. Neymar completou, em fevereiro, 28 anos e não é mais um “menino” para o mundo do futebol. Além disso, a estrela da equipe parisiense segue com futuro incerto e ainda não estendeu o seu vínculo com o clube.

Cobiçado pelo Barcelona, sua antiga equipe, Neymar não demonstra ter pressa para renovar o contrato com o Paris Saint-Germain, que é válido por mais dois anos, ou seja, até junho de 2022.

Pouco tempo em campo  

Neymar perdeu metade dos jogos do PSG na atual temporada

O CIES também chega aos seus algorítimos finais tendo como base os minutos jogados e os gols marcados pelos atletas. Desde junho de 2019, Neymar perdeu diversas partidas do seu time devido às lesões e suspensões.

Na temporada 2019-20, por exemplo, o atacante participou de apenas metade dos confrontos do PSG: ele esteve em campo em 22 jogos dos 44 realizados pelo esquadrão vermelho e azul.

Automaticamente, Neymar também passou a ser “menos importante” dentro do elenco parisiense. No Campeonato Francês, encerrado precocemente devido à pandemia de Covid-19, por exemplo, o brasileiro fez menos gols que o companheiro Kylian Mbappé e ficou atrás de Di María no quesito assistências.

Status nas respectivas seleções e resultados do time 

Neymar segue sendo o principal jogador da seleção brasileira. O astro, entretanto, não pôde participar da última conquista da Canarinho, a Copa América de 2019, disputada no Brasil. Machucado, Neymar viu de fora a equipe comandada por Tite fazer uma excelente campanha no torneio continental.

Por fim, o CIES também leva em consideração os resultados do time do futebolista. Por mais que Neymar tenha participado das conquistas do Francês, ele ainda não conquistou o seu principal objetivo no PSG: levantar a inédita taça da Champions League.