Quem é Álvaro González, zagueiro acusado de racismo por Neymar?

O defensor já discutiu com Lionel Messi e apoia um partido de extrema-direita na Espanha

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2020 14h10
EFE/EPA/Julien de RosaNeymar divide com Álvaro González durante partida entre PSG e Olympique Marseille

O zagueiro Álvaro González está sendo acusado por Neymar de ter praticado racismo na vitória do Olympique de Marseille diante do Paris Saint-Germain, no último domingo, 13, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Francês. Mas quem é o jogador espanhol, que poderá pegar até dez jogos de gancho caso a denuncia do brasileiro seja comprovada? Pouco conhecido no Brasil, o defensor foi revelado pelo Racing Santander, passou pelo Real Zaragoza e atuou em outros times de seu país natal, como o Espanyol e o Villarreal. Na temporada passada, o jogador foi emprestado ao Marseille, agradou os dirigentes e acabou sendo contrato em definitivo por 4 milhões de euros (na cotação atual, cerca de R$ 25 milhões).

Na partida do último domingo, González de destacou negativamente ao participar de uma discussão com Neymar. Segundo registros, ele teria chamado o astro brasileiro de “Macaco, filho da p***”. Em seguida, o camisa 10 do PSG desferiu um soco na cabeça do espanhol, algo que foi flagrado pelo VAR (Árbitro de Vídeo) e caracterizado como agressão por parte do atacante – ele acabou sendo expulso ao receber um cartão vermelho direto. O entrevero com Neymar, no entanto, não foi o primeiro do atleta de 30 anos. Quando atuava no Espanyol, ele chegou a discutir com Lionel Messi em clássico contra o Barcelona, em 2016.  Na ocasião, as emissoras de televisão flagraram a conversa entre González e Messi, que teria reclamado com o zagueiro de ter lhe dado uma cotovelada no olho. O defensor, então, justificou que tentou se proteger na jogada e que o argentino era muito baixo. Na sequência, as câmeras flagraram o craque do Barça respondendo que o espanhol era muito ruim. Apesar do clima tenso durante a discussão, eles acabaram dando risada ao final da conversa – nenhum dos dois foi advertido pela arbitragem.

Apesar de ser experiente, Álvaro González não levantou nenhuma taça como atleta profissional – o mais perto que ele ficou de um título foi quando chegou à semifinal da Copa do Rei com o Villarreal, na temporada 2014/15. Sua única conquista é a Eurocopa, conseguida com a seleção espanhola sub-21.

Álvaro González também se identifica com a ideologia do partido espanhol VOX, considerado de extrema-direita. No Twitter, o jogador já curtiu diversas publicações de Santiago Abascal, presidente do partido que tem como bandeira fazer com que a imigração seja “controlada” na Espanha. Além disso, o partido se manifesta abertamente contra o aborto e também ao casamento de pessoas do mesmo sexo. Os críticos da ideologia partidária utilizada pelo grupo a descrevem como um retrocesso nacionalista à ditadura fascista de Francisco Franco.

Nas redes sociais, Álvaro González costuma ser discreto e posta apenas fotos com a esposa, com os colegas de time e também de treinos e jogos do Marseille. No Instagram, o zagueiro também demonstra sua paixão pelo ciclismo, seja acompanhando as provas ou praticando corridas de rua e de montanhas. O atleta também é amante dos games. Ele, no entanto, precisou lidar com “invasão” de brasileiros, que entraram em seu perfil para defender Neymar e dizer não ao racismo.

González, inclusive, se manifestou pelas redes sociais para negar que tenha sido racista com Neymar. Ao lado de colegas de equipes negros, ele falou que o brasileiro precisava se defender. Imediatamente, o craque falou que o zagueiro do Marseille não era “homem suficiente para admitir seus erros”. A Liga Francesa determinará nesta semana qual será a punição para os atletas. 

 

  • Tags: