Sem Messi, PSG conta com Mbappé, Herrera e Di María para vencer e manter 100% no Francês

Mesmo sem contar com o craque argentino e Sergio Ramos, que estão aprimorando a forma física para estrear, o time bateu o Brestois por 4 a 2, fora de casa, pela terceira rodada do torneio nacional

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2021 17h55 - Atualizado em 20/08/2021 18h33
EFE/EPA/Christophe Petit TessonO PSG venceu o Brestois por 4 a 2 ainda sem contar com Messi

O Paris Saint-Germain deu nesta sexta-feira, 20, mais uma amostra que vem muito forte para a temporada 2021/22. Mesmo sem contar com Lionel Messi e Sergio Ramos, que estão aprimorando a forma física para estrear, o time venceu o Brestois por 4 a 2, fora de casa, pela terceira rodada do Campeonato Francês. Além da dupla, o atacante Neymar também não foi relacionado para o duelo, enquanto Donnarumma e Marquinhos ficaram no banco de reservas. Assim, coube a Ander Herrera, Kylian Mbappé, Gueye e Di María marcarem para a equipe parisiense, que alcança o terceiro triunfo e mantém 100% de aproveitamento na competição nacional.

O PSG tomou conta das ações do jogo desde o primeiro minuto, empurrando o Brest contra o próprio campo. Após algumas tentativas, o conjunto visitante abriu placar com Herrera, que aproveitou rebatida após chute de Mbappé para marcar aos 22. Treze minutos depois, foi a vez do jovem atacante francês deixar a sua marca. Wijnaldum tentou arremate dentro da área, mas a bola sobrou para Mbappé mandar para as redes. Já aos 41 minutos, o Brest conseguiu diminuir o prejuízo com Faivre Honorat, em lindo toque de letra na saída de Keylor Navas.

Mesmo voltando disperso para a segunda etapa e cedendo algumas oportunidades para os mandantes, o PSG ampliou o marcador com Gueye. O volante recebeu passe de Herrera e experimentou de longe, acertando o canto do goleiro rival. Já no fim, o Brestois chegou a ameaçar uma reação com gol de Mounié, que se livrou bem da marcação de Kimpembé para fazer. Di María, no entanto, freou os ânimos da equipe da casa com um golaço – em contra-ataque, o argentino recebeu de Hakimi e encobriu o arqueiro. Agora, o Paris encara o Stade de Reims, fora de casa, no próximo dia 29, dia em que pode marcar a estreia de Messi pelo clube.